Yamato enfrenta dificuldades na entrega de encomendas da Amazon e outros

Funcionários da Yamato querem diminuir o ritmo das entregas, devido a falta de trabalhadores no setor. Saiba mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Publicidade

Setor de entregas à domicílio passa por grave falta de trabalhadores em meio a aumento de entregas.

Junto ao aumento dos pedidos pela Internet, a quantidade de encomendas também cresceu subitamente e, como está muito difícil organizar o pessoal, o Sindicato dos Trabalhadores da grande empresa de entrega em domicílio Yamato pdeiu à empresa que suprima a aceitação de entregas nesta primavera.

A quantidade de entregas da Yamato realizada neste ano fiscal foi de 1.87 bilhão de itens, um aumento de 8% em relação ao ano fiscal anterior, e espera-se que este ano bata o maior recorde já registrado. Entretanto, a empresa não está conseguindo suprir a necessidade de funcionários e, atualmente, enfrenta uma grave escassez de trabalhadores.

Devido a isso, o Sindicado dos Trabalhadores da Yamato disse que é difícil a empresa acompanhar a quantidade de entregas com a atual mão de obra e, no período de um ano a partir de abril, pediu para que o número de entregas não aumente e deseja que a empresa comece a rejeitar alguns pedidos de entrega.

Além disso, o sindicato pedia a revisão dos serviços de reentrega e entrega em horários noturnos, já que está ligada com trabalho prolongado e, além disso, ele também deseja o aumento de preços das taxas de negociações em transações com altos valores em pedidos pela Internet.

Em relação a isso, a empresa entrou na discussão por trabalho e gestão, pois este é um grande problema nos negócios. Durante este período de agravamento da falta de trabalhadores, como as empresas irão lidar com o aumento do número de entregas junto ao aumento dos pedidos pela Internet será um desafio comum no mercado e, no futuro, isso pode se ligar com a revisão dos serviços de entrega no Japão.

Fonte: NHK News

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Compreenda o gensen choshuhyo e saiba das novidades (importante)

Publicado em 27 de fevereiro de 2017, em Comunidade

Veja a tradução do 源泉徴収票 (gensen choshuhyo) que recebemos anualmente no Japão e o que ele tem de novo. Confira.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Publicidade

Um simples papel, fácil de perder por causa do tamanho e cheio de ideogramas, é muito importante para todos os assalariados. Se você esteve empregado em 2016 deve ter recebido ou receberá da empresa empregadora o 源泉徴収票 (gensen choshuhyo). Ele se refere ao exercício fiscal de 2016, para fazer a sua declaração de imposto de renda neste ano (2017). Além de ser o principal comprovante de renda no Japão.

De posse do documento você poderá ver em uma única linha quanto ganhou de salário bruto. Porém, a partir do novo gensen, fica difícil visualizar o quanto ganhou de salário líquido, já que os subsídios para o transporte/locomoção e também o imposto residencial não constam dele. Segundo especialistas, para saber qual foi o rendimento líquido anual é melhor conferir na caderneta do banco ou somar os valores dos contracheques.

O gensen choshuhyo sofreu mudança em relação aos anos anteriores. A partir do exercício fiscal de 2016 a empresa é obrigada a colocar o número do My Number para apresentar o documento ao governo (para o assalariado não é necessário) e também a informação sobre o shakai hoken.

Outra mudança foi o formato. Anteriormente era no formato A6 e na horizontal, e a partir do exercício fiscal do ano 28 (2016) passou a ser no tamanho A5, na vertical. Confira a diferença na imagem abaixo.

Modelo anterior e o atual (à direita)

Para saber o que contém neste documento, foram colocados números em vermelho, nos campos mais importantes. Os campos destacados em traços vermelhos são os que foram acrescidos a partir deste exercício.

Conhecendo os campos do gensen choshuhyo

Na primeira linha, no topo do formulário está escrito o ano fiscal (28) e formulário de demonstração da retenção na fonte (源泉徴収票) do montante da renda salarial (給与所得, lê-se kyuuyo shotoku).

Conheça os principais campos através do significado de cada numeração em vermelho (imagem abaixo).

  1. Endereço do domicílio do assalariado ou contribuinte
  2. Local para escrever o My Number (só na via que a empresa apresenta para o governo)
  3. Nome do funcionário ou contribuinte, com furigana em katakana
  4. Valor bruto recebido durante o ano, incluindo bônus e benefícios
  5. Valor líquido do recebido durante o ano, já com os descontos em folha de pagamento
  6. Valor total do montante da dedução de renda
  7. Montante do imposto retido na fonte
  8. Dedução do valor recolhido como prêmio do shakai hoken
  9. Dedução do prêmio de seguro de vida (nem todos pagam)
  10. Dedução do prêmio de seguro contra terremoto (nem todos pagam)
  11. Dedução especial referente ao empréstimo para aquisição de casa própria
  12. Dependentes alvo de dedução (cônjuge e filhos)
  13. Dependentes com idade inferior a 16 anos
  14. Dados da empresa empregadora, com nome, endereço e telefone

Se ainda não leu a matéria sobre a declaração do imposto de renda (kakutei shinkoku), clique aqui.

Fonte e imagens: Agência Nacional de Impostos

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência