Fotos vazadas do “iPhone 8” e “iPhone7s/7s Plus”

Fotos da possível estrutura metálica do “iPhone 8”, “iPhone 7s” e “iPhone 7s Plus” foram vazadas. Confira.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O iPhone 8 pode ser menor do que o esperado! Muito se especulava sobre o iPhone 8, inclusive sobre uma mudança no design. Contudo, imagens sobre a possível estrutura metálica do “iPhone 8”, “iPhone 7s” e iPhone 7s Plus” foram vazadas.

Publicidade

O site chinês Weibo preparou uma notícia sobre a possível estrutura metálica dos novos iPhone. Acima você pode visualizar uma imagem publicada no Twitter pelo /LEAKS. Da esquerda para a direita, estão os “iPhone 7s Plus”, “iPhone 8″ e iPhone 7s”.

A partir dessa imagem, é possível constatar a mudança da posição das câmeras para um alinhamento vertical. Por outro lado, não foi possível confirmar o sensor de impressão digital na parte traseira, como se especulava. Entretanto, como essa não é uma imagem “vazada intencionalemente”, sua veracidade é duvidável. Os dois buracos na traseira das estruturas metálicas foram adquiridas no processo de fabricação, ou seja, podem ser “defeitos de fábrica”.

Debatia-se que o botão Home seria excluído e a tela do iPhone 8 seria um display de 5.8 polegadas sem bordas nas laterais. Além disso, pelas imagens, é possível constatar que o iPhone 8 teria quase o mesmo tamanho do iPhone 7.

O iPhone 7s e 7s Plus teriam os mesmos designs dos modelos atuais do iPhone 7 e 7 Plus. Talvez a maioria das pessoas optem por comprar o novo iPhone 8, mas como se especula que a produção começará depois do início das reservas e os preços possam subir, provavelmente um “updgrade” do modelo convencional seja preparado.

No mês que vem, a Apple realizará o “WWDC 2017”, evento voltado para desenvolvedores. Contudo, é pouco provável que a Apple vá apresentar o iPhone 8, mas espera-se que o iOS 11 seja mostrado ao mundo e mostre novas dicas sobre o iPhone 8.

Fonte: Gizmodo JP

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Aichi: falência do fornecedor de merenda escolar vai continuar sobrecarregando as mães

Publicado em 25 de maio de 2017, em Sociedade

Empresa que fornecia merenda para escolas de Aichi faliu, e as mamães ficarão sobrecarregadas. Saiba mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

crianças de um jardim de infância com os seus respectivos obentôs (CBC)

A partir de 23 deste mês, terça-feira, as mães das crianças de uma parte dos jardins de infância e pré-escola da cidade de Toyota (Aichi) estão com uma sobrecarga nas suas tarefas diárias.

Publicidade

Elas precisam preparar os obentôs para os pequenos. A reportagem da CBC ouviu as mães sobre o impacto do anúncio de falência de uma das empresas fornecedoras de merenda escolar.

“Parecia óbvio ter a merenda escolar, espero que o fornecimento volte ao normal logo”, declarou uma das mães entrevistadas. A outra disse que a interrupção repentina da merenda escolar a deixa numa situação ruim. “Levantei uma hora mais cedo para preparar o obentô do meu filho”, reclamou.

Merenda escolar: previsão para o restabelecimento

A cidade de Toyota tem 98 instituições voltadas para as crianças na idade do jardim de infância e pré-escola. O fornecimento da merenda escolar depende basicamente do Centro de Merenda e de duas empresas, incluindo a Toyota Shokuhin que faliu. Assim, 14 instituições , com cerca de 2 mil alunos, que eram abastecidas pela empresa falida foram pegas de surpresa.

As crianças levam uma sacola a mais, com seus alimentos. Cada instituição precisa acomodar esses obentôs em salas refrigeradas, como as usadas pelos professores. Com o calor, a preocupação é evitar a intoxicação alimentar nas crianças.

Apesar de outras empresas já terem se candidatado para o fornecimento, a reportagem da CBC soube por suas fontes que para a normalização ainda demanda tempo. A estimativa é de 3 semanas.

As mamães da cidade de Toyota ainda vão ter que usar a criatividade e destinar um tempo a mais do seu dia para o preparo da comida.

 

Fonte e foto: CBC TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância