Novo equipamento poderá reduzir acidentes dentro de aeronaves causados por turbulência aérea

Japão desenvolveu equipamento que poderá reduzir acidentes dentro de aviões causados por turbulência. Veja mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Agência aeroespacial japonesa desenvolveu equipamento que poderá reduzir acidentes dentro de aeronaves causados por turbulência aérea (imagem ilustrativa)

A Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (Japan Aerospace Exploration Agency – JAXA) estabeleceu um método que usa raios laser para ajudar aeronaves a detectar turbulência aérea em boas condições climáticas, reduzindo assim os acidentes.

Publicidade

A JAXA desenvolveu um aparelho o qual permite que uma aeronave localize uma turbulência aérea cerca de 70 segundos antes de se aproximar dela – tempo suficiente para tomar medidas de segurança em relação àqueles a bordo antes do avião começar a chacoalhar.

Os radares de voos existentes podem identificar a turbulência aérea dentro de nuvens de chuva, mas raramente podem detectá-la quando o tempo está bom. O raio laser pode detectar substâncias invisíveis menores no ar e reconhecer a turbulência.

Quarenta por cento dos acidentes envolvendo aeronaves no Japão foram causados por turbulência

Dentre os acidentes que envolveram aeronaves de grande porte em todo o Japão de 1990 a 2012 que resultaram em ferimentos graves aos passageiros e tripulação, acredita-se que cerca de 40 por cento, ou 35 casos, foram causados por turbulência aérea, e a maioria ocorreu quando o tempo estava bom, de acordo com a JAXA.

Contudo, ainda poderá levar tempo para que a JAXA comercialize o equipamento e obtenha certificação para ele.

O aparelho, que pesa cerca de 150kg é acoplado na parte frontal de uma aeronave para direcionar o raio laser na direção da viagem.

O raio laser capta a luz espalhada das gotas de água e poeira no ar, identificando a turbulência no seu trajeto de voo. Ele notifica o piloto sobre a localização da turbulência com base no comprimento da onda de luz, que pode mudar dependendo da corrente de ar.

Se uma aeronave tem 70 segundos antes de entrar em turbulência, a tripulação tem tempo suficiente para acionar os avisos para apertar os cintos de segurança e suspender os serviços de cabine enquanto o avião muda seu trajeto de voo, incluindo preparar uma aterrissagem.

Para uma aeronave de grande porte, os 70 segundos podem dar tempo para 80 por cento dos passageiros a bordo estarem sentados e com os cintos fixados, de acordo com testes realizados pela NASA.

Fonte: Mainichi
Imagem: Bank Image

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Assalto dos ¥750 milhões em ouro: 2 procurados capturados após acidente de carro

Publicado em 29 de maio de 2017, em Crime

Faltavam 2 da quadrilha do assalto de 750 milhões de ienes em barras de ouro, em Fukuoka, para serem presos. Eles sofreram um acidente de carro e foram capturados em Nagoia. Saiba mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância