Terremoto de 3,3 de magnitude em Tottori

Um abalo sísmico de 3,3 de magnitude e intensidade 3 foi registrado na província de Tottori, o segundo em menos de 2 horas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Publicidade

Um terremoto de 3,3 de magnitude e intensidade 3 foi registrado na província de Tottori, nesta quarta-feira (12), às 13h35. O epicentro foi na região central, com profundidade muito superficial, segundo a AMJ-Agência de Meteorologia do Japão.

A cidade que teve o tremor de 3,3 foi Kurayoshi. As demais localidades como Misasa-cho e Hokuei-cho tiveram abalos de 2 de magnitude.

Este foi o segundo abalo sísmico em menos de 2 horas na província. O anterior foi às 11h18, com 2,2 de magnitude, na mesma região.

Não há risco de tsunami em decorrência desses abalos.

Fontes: AMJ e Yahoo
Imagem: Yahoo

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Doença mão-pé-boca mostra indícios de epidemia; 7 vezes mais do que no ano passado

Publicado em 12 de julho de 2017, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

Doença mão-pé-boca atingiu mais de 10.000 pessoas no Japão, em sua maioria crianças. Saiba mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Segundo o Instituto Nacional de Doenças Infecciosas, foram registradas 11.159 pessoas infectadas com a doença mão-pé-boca em aproximadamente 3.000 instituições médicas designadas a pediatria em todo o país. A doença está se espalhando principalmente em Kansai, Shikoku, Kyushu e outras regiões do Oeste do Japão. Segundo especialistas, neste ano há 7 vezes mais pacientes do que no mesmo período do ano passado.

Publicidade

Segundo as autoridades, a província de Kochi registrou a maior quantidade de pacientes, com 15.13 pessoas por instituição médica. Em seguida estão as províncias de Tottori, com 14.42 pacientes, e Shiga, com 9.13. A doença chega em seu pico normalmente no fim de junho. Nos últimos anos, a epidemia da doença ocorreu em 2011, 2013 e 2015.

O agente transmissor da doença é o enterovírus ou o vírus de Coxsackie. Leva-se cerca de 3 a 5 dias para os sintomas iniciais aparecerem. Uma característica comum da doença é o surgimento de inflamações de 2~3mm na palma da mão e na sola do pé. Aproximadamente 1 em cada 3 pacientes apresentem febre. Nos casos mais graves, os pacientes apresentaram encefalite. Embora não haja atualmente vacinas ou medicina preventiva, na maioria dos casos o próprio corpo se cura em alguns dias.

Recomendações

A doença é transmitida pela via aérea ou por contato físico com os pacientes. Devido a isso, o Instituto Nacional de Doenças Infecciosas aconselha as pessoas a lavarem as mãos frequentemente e a não compartilharem toalhas e outros, principalmente em lugares em que muitas crianças se reúnam, como creches e jardins de infância.

Fonte: Asahi Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância