Espancamentos foram a causa da morte da menina brasileira pelo padrasto peruano

“Bati e chutei a menina em casa”, declarou o peruano. Polícia informa o resultado da necropsia e outros pontos descobertos depois da prisão dele.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Carro do peruano, onde foi encontrado o cooler box com o corpo da menina assassinada por espancamentos (TBS/perfil do FB)

A polícia revelou novos fatos sobre o caso do corpo da menina brasileira encontrado dentro do cooler box, em Yokkaichi (Mie), na terça-feira (29). O caso só foi descoberto por desconfiança da mãe que está internada. “Acho que meu marido matou minha filha”, teria dito a brasileira, pedindo socorro para uma pessoa do hospital onde está internada, para acionar a polícia.

Publicidade

O companheiro da mulher brasileira, peruano Fernando Jose Valero Tokuda, 35, preso no dia 29, confessou na delegacia, no dia seguinte, que “bati e chutei a menina em casa”.

Ele teria se justificado na polícia relatando “bati e chutei para impor disciplina. Depois ficou tudo normal, mas dois dias depois ela estava morta no chão”. 

Necropsia confirma os espancamentos

A necropsia confirma o seu depoimento. Segundo a polícia que cuida do caso, a menina de 6 anos morreu há cerca de 10 dias.

“No rosto e na cabeça foram encontradas vários traumatismos. Foram constatados múltiplos sangramentos subcutâneos. A causa da morte foi choque traumático”, informou a polícia para o Sankei News desta manhã de quinta-feira (31).

A menina brasileira é a segunda filha da companheira – brasileira – do peruano preso.

Outra descoberta: cooler box

A polícia descobriu que o peruano preso comprou o cooler box só para esconder o corpo. A caixa térmica foi comprado em um home center da cidade. A polícia tinha descoberto marca do corpo da menina no tapete da casa dela. Ele deve ter removido o corpo de lá, “enrolou com tecidos e fita adesiva para colocá-lo dentro da caixa”, informou o Sankei News.

A investigação apurou que o corpo da criança morta espancada pelo padrasto foi colocado no cooler box na manhã de 29. Depois o peruano teria levado a caixa para o seu carro.

O peruano Fernando que foi preso sob suspeita de omissão de cadáver, será indiciado também por lesão seguida de morte, informou o noticiário da CBC TV.

Para saber como o caso foi descoberto e outras informações, clique aqui.

Fonte: CBC e Sankei News
Fotos: TBS e perfil do FB

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Apreensão de 480 quilos de droga avaliados em 30,7 bilhões de ienes no Japão

Publicado em 31 de agosto de 2017, em Crime

A polícia de Ibaraki prende 2 da yakuza e 3 estrangeiros envolvidos no esquema de tráfico e venda de 480kg de estimulantes. Saiba mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância