Japão vence Austrália e garante ida para a Copa do Mundo da Rússia

Torcida do Samurai Blue invade o maior cruzamento do país, Shibuya para comemorar. Confira o vídeo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Milhares de torcedores do Samurai Blue invadem o cruzamento de Shibuya para comemorar a vaga na Copa do Mundo da Rússia (Asahi)

Na partida de quinta-feira (31), entre Japão e Austrália, os gols de Akuma Asano e Yosuke Ideguchi, garantiram a participação na Copa do Mundo da Rússia.

Publicidade

Como já era previsto, torcedores de todas as faixas etárias foram para o maior cruzamento do país – Shibuya – Tóquio. A maioria deles assistia ao jogo decisivo nos bares da área ou pelo smartphone. Com a vitória sobre a seleção australiana, repentinamente as calçadas de Shibuya ficaram mais movimentadas que de costume.

Assim que a partida entre Japão e Austrália terminou Shibuya ficou intransitável (Sankei)

Milhares de pessoas envolveram Shibuya com sua alegria, com gritos de vitória e emoção. Deram trabalho para os policias para controlar esse fervor.

Por volta das 21h30, policiais pediam insistentemente “voltem para a calçada”.

Confira as cenas da alegria em Shibuya.

https://youtu.be/AgVB04HssEY

Fontes: ANN e TBS
Fotos: Asahi e Sankei News

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Venda da Toshiba: Apple entra na jogada após problemas com Western Digital

Publicado em 1 de setembro de 2017, em Economia

Devido à problemas com a venda de parte da Toshiba para a Western Digital, Apple é inserida na negociação e oferece proposta trilionária. Veja mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Em junho deste ano, a Toshiba estava negociando a venda da área de semicondutores (chips) prioritariamente com a “União Japão-EUA-Coreia do Sul”, uma aliança entre os três países formada por fabricantes de semicondutores como a coreana Hynix, empresas de investimento como a americana Bain Capital e de fundos de governo como as japonesas Organização de Revolução Industrial (INCJ) e o Banco de Desenvolvimento do Japão (DBJ).

Publicidade

Contudo, disparidades entre a Western Digital (WD) e a Toshiba estavam complicando as negociações e o caso evoluiu para uma luta judicial. A INCJ e o DBJ pediram para a Toshiba resolver a disputa com a WD para assegurar o acordo final da venda. Por causa desse problema, as negociações entre a Toshiba e a “União Japão-EUA-Coreia do Sul” ficou estagnada.

A WD havia formado uma nova “União EUA-Japão” com as empresas citadas acima – excluindo a Hynix e a Bain Capital- e a Kohlberg Kravis Roberts (KKR) e o próprio CEO Steve Milligan havia visitado o Japão para continuar o acordo de venda da Toshiba e da TMC (Toshiba Memory Corporation), mas diferenças entre as visões do sistema colaborativo de memórias da próxima geração e das taxas de investimento futuro por parte da WD deixaram a negociação ainda mais complicada.

No meio desta confusão, a Bain Capital e a Hynix propuseram um novo plano de aquisição. Segundo os responsáveis, a Bain juntamente com a Hynix ofereceriam ¥1.1 trilhão para a Toshiba assim, cada parte ficaria com 46% das ações da TMC, e o restante seria oferecido para Apple, que poderia investir até ¥400 bilhões. Com o empréstimo bancário solicitado pela Toshiba, a quantia total ultrapassaria os ¥2 trilhões pedidos pela empresa japonesa.

Caso o problema judicial entre a Toshiba e o WD seja resolvido, a INCJ e o DBJ declararam que iriam se juntar ao esquema proposto para Bain Capital.

Nesta quinta-feira (31), a Toshiba realizará um conselho administrativo para discutir essa nova proposta e desistirá do acordo conturbado com a WD. Incluindo o período da investigação antitruste de cada país até a finalização da venda, não resta muito tempo para a Toshiba.

Fonte: Reuters e NHK News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância