Diretor de empreiteira de Nagoia é preso por contratar ilegais

Sob suspeita de apresentar estrangeiros ilegais para uma empresa de Kasugai, diretor de empreiteira de Nagoia foi preso.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

União Europeia orienta fabricantes a não comprar produtos da japonesa Kobe Steel

Publicado em 19 de outubro de 2017, em Notícias do Mundo

A Kobe Steel, grande empresa no ramo do aço, admitiu ter forjado dados sobre a resistência do material.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Kobe Steel, grande empresa no ramo do aço, admitiu ter forjado dados sobre a resistência do material (NHK/reprodução)

A agência para segurança da aviação da União Europeia (UE) recomendou às empresas que suspendam o uso de produtos fabricados pela empresa japonesa Kobe Steel, uma grande fornecedora para fabricantes de aeronaves em todo o mundo.

Publicidade

A terceira maior fabricante de aço do Japão, por semanas, foi engolida em um massivo escândalo de falsificação de dados e ainda está tentando determinar a extensão do dano causado.

Na terça-feira (16), a Reuters divulgou que o Departamento de Justiça dos EUA havia pedido à empresa japonesa que fornecesse documentos informando sobre o problema após relatos de que a alteração de dados sobre produtos havia continuado por mais de uma década.

Centenas de empresas estão potencialmente envolvidas no escândalo, de operadoras dos famosos trens-bala do Japão à Boeing, que é a maior fabricante de aeronaves do mundo.

O chefe executivo da Kobe Steel – Hiroya Kawasaki – admitiu recentemente que a credibilidade da empresa caiu para “zero”. Na semana passada ele revelou que cerca de 500 empresa haviam recebido produtos falsamente certificados, que foi mais do dobro em relação a uma contagem anterior.

Fonte: The Independent
Imagem: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância