Jovem rouba produto de loja de usados e tenta vendê-lo no mesmo lugar minutos depois

O produto roubado estava sendo vendido pela loja por cerca de 20 mil ienes. O jovem de 19 anos foi preso. 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Campanha que encoraja trabalhadores a saírem mais cedo do trabalho tem fracos resultados

Publicado em 23 de outubro de 2017, em Economia

Governo recomendará ”sextas-feiras premium” mais flexíveis após fraco desempenho na sequência de seu lançamento em fevereiro.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Recente pesquisa mostrou que a campanha para estimular o consumo ao permitir que os trabalhadores saiam mais cedo do serviço não se firmou (imagem ilustrativa)

O governo e a comunidade de negócios que promovem a campanha “Premium Friday” para que as pessoas saiam mais cedo do trabalho na última sexta-feira de cada mês, vão encorajar as empresas a mudarem a data para outras sextas-feiras após um fraco desempenho na sequência de seu lançamento em fevereiro.

Publicidade

A decisão por parte do Ministério da Indústria e a Federação de Negócios do Japão, ocorreu após uma recente pesquisa a qual mostrou que a campanha para estimular o consumo ao permitir que os trabalhadores saiam mais cedo do serviço não se firmou.

Na pesquisa realizada com 2.015 pessoas em todo o Japão, cerca de 90% disseram que não sabiam sobre a campanha “Premium Friday”, mas somente 10% podiam realmente sair do serviço mais cedo que o normal na última sexta-feira do mês.

A campanha orquestrada pelo governo encoraja as empresas a deixarem seus funcionários saírem às 15h na última sexta-feira de cada mês, mas vem sendo questionado se as pessoas podem terminar seu trabalho mais cedo no final do mês, visto que é tipicamente uma época movimentada para os negócios.

A iniciativa, que se inspirou na Black Friday nos Estados Unidos, a campanha de compras anual após a Ação de Graças, visa apoiar o consumo e atenuar a tradicional prática japonesa de longas horas de trabalho em meio às crescentes preocupações sobre o karoshi, ou morte por excesso de trabalho.

Fonte: Kyodo
Imagem: Bank Image

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância