Local para incinerar lixo lembra parque temático e confunde turistas

Turistas estrangeiros estão indo até o local de incineração de lixo pensando que é o Universal Studios Japan. Com seu design colorido e chamativo, a instalação lembra muito um parque temático.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O Universal Studios Japan vem sendo confundido com a instalação para incinerar lixo que fica perto do parque em razão de seu design colorido e chamativo (Asahi/reprodução)

Milhares de turistas internacionais estão indo até uma instalação de incineração de lixo na província de Osaka, com alguns deles confundindo-a com o parque temático Universal Studios Japan, de acordo com o Asahi.

Publicidade

Contudo, há de se entender a confusão.

O Universal Studios Japan está localizado perto da instalação de incineração de lixo Maishima, no distrito de Konohana, e o lugar lembra um parque temático ou shopping.

O local ostenta uma chaminé dourada com a ponta em formato de cebola e que fica a 120 metros de altura, cujas paredes são decoradas com um design quadriculado e linhas vermelhas e amarelas.

Veja o vídeo do local:

Ao invés de oferecer divertimento, a instalação incinera até 900 toneladas de lixo por dia. Contudo, o local por si mesmo acabou se tornando algo como uma atração turística.

Cerca de 12 mil pessoas visitam o local anualmente, e turistas do exterior contam por 30 por cento dos visitantes, de acordo com funcionários.

A instalação para incinerar lixo foi construída em 2001 com base em um design feito pelo antigo artista austríaco Friedensreich Hundrtwasser.

O governo da cidade de Osaka solicitou o design sob o tema “fusão da tecnologia, ambiente e arte”. Embora a instalação tenha mais de 500 janelas, somente 130 delas são reais.

Fonte, vídeo e imagem: Asahi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Chega a 450 o número de mortos no terremoto de magnitude 7,3 na fronteira entre Irã e Iraque

Publicado em 14 de novembro de 2017, em Notícias do Mundo

Segundo autoridades locais, o número de mortos poderá aumentar enquanto as equipes de resgate chegam a áreas mais remotas do Irã.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Dezenas de pessoas ainda estão sob os escombros de construções que desmoronaram em vilas e vilarejos (NHK/reprodução)

Milhares de desabrigados iranianos se amontoam contra o frio na noite de segunda-feira (13), um dia após pelo menos 450 pessoas terem perdido a vida no terremoto mais mortal do Irã em cerca de uma década, informou a TV estatal.

Publicidade

Equipes de resgate continuaram as operações de busca por dezenas de pessoas que ainda estão sob os escombros de construções que desmoronaram em vilas e vilarejos localizadas em áreas montanhosas da província de Kermanshah, que faz fronteira com o Iraque.

A página em inglês da Press TV do Irã disse que mais de 450 pessoas morreram e cerca de sete mil ficaram feridas quando o terremoto de magnitude 7,3 atingiu o país no domingo. Segundo autoridades locais, o número de mortos poderá aumentar enquanto as equipes de resgate chegam a áreas mais remotas do Irã.

O terremoto foi sentido em várias províncias do Irã, mas a mais atingida foi Kermanshah. Mais de 300 das vítimas estavam no condado de Sarpol-e Zahab na província, a cerca de 15Km da fronteira com o Iraque.

A rede de televisão estatal iraniana disse que o terremoto causou danos pesados em alguns vilarejos onde casas são feitas de tijolos de terra crua. O terremoto também desencadeou deslizamentos que dificultaram os esforços de resgate.

Pelo menos 14 províncias no Irã foram afetadas, divulgou a mídia do país, salientando que uma mulher e seu bebê foram retirados com vida dos escombros na segunda-feira em Sarpol-e Zahab, a área mais afetada e que tem uma população de 85 mil.

Fonte: Agência Reuters
Imagem: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância