Supercarro de 460 milhões de ienes é produzido em Osaka

Considerado ultraluxuoso, o carro elétrico foi desenvolvido em Osaka e o preço é de 460 milhões de ienes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Owl é um carro ultra luxuoso, esportivo, apresentado ao mundo na Europa e produzido em Osaka (Sankei)

Não foi nenhuma das montadoras famosas do Japão que produziu o veículo considerado ultraluxuoso. Foi uma empresa de recursos humanos chamada Aspark, cuja matriz fica em Osaka (província homônima).

Publicidade

O que esse carro, com design futurístico e ultraluxuoso tem para chamar à atenção? Segundo o jornal Sankei, ele foi apresentado ao público na feira de automóveis, em Frankfurt, Alemanha, em setembro deste ano. Essa é a maior feira de automóveis da Europa.

Ele alcança a velocidade de 100 km/h em apenas dois segundos. Obteve a marca de aceleração mais rápida do mundo.

Batizado como Owl, a Aspark vai começar a produzir em série limitada para competir com os supercarros.

O Owl tem carroceria toda de carbono, o que dá leveza e força. Ele pesa cerca de 850Kg, o mesmo que um veículo leve (keijidosha). Tem um condensador capaz de descarga rápida para aumentar o poder de aceleração. Ele é para duas pessoas e a velocidade chega a 280Km/h. Com apenas uma carga de energia roda 150Km.  

A empresa planeja melhorar os detalhes para que ele possa ser rodado mesmo nas rodovias públicas. Pretende produzir somente 50 unidades e vendê-las em 2019.

Quanto ao preço do ultra luxuoso, foi estimado em 3,5 milhões de euros, o equivalente a cerca de 460 milhões de ienes.

Owl tem preço estimado em 460 milhões de ienes (Sankei)

Fonte e fotos: Sankei News

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Fabricantes de produtos ‘emagreça bebendo’ recebem punição

Publicado em 8 de novembro de 2017, em Sociedade

Pela primeira vez a Agência de Assuntos do Consumidor aplicou medida administrativa para 16 fabricantes de produtos ‘emagreça bebendo’.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Painel das 16 fabricantes que prometem emagrecimento apenas bebendo seus produtos (FNN)

Pela primeira vez na história a Agência de Assuntos do Consumidor aplicou medida administrativa para os fabricantes de alimentos considerados funcionais. Foram 16 empresas punidas, por venderem bebidas que prometem fazer o consumidor perder peso.

Publicidade

Como medidas administrativas e preventivas, as 16 empresas, incluindo as conhecidas como a Nissen. Ohta Isan, e Sugi (farmácia), terão que se adequar às instruções.

Esses fabricantes usavam como destaque o isoflavona extraído de uma planta. Esse princípio ativo é usado em bebidas como suco verde, suplementos e outros.  

Os produtos prometem emagrecimento e também a redução da gordura visceral, causando impacto equivocado nos consumidores.

A Agência de Assuntos do Consumidor julgou que a propaganda dessas bebidas não tinha uma base clara e era enganosa. Perder peso facilmente apenas ingerindo o produto é uma forma enganosa de explicar sobre o produto, violando a lei dos rótulos.

Os preços dos produtos que prometem emagrecimento apenas ingerindo a bebida custam na faixa de mil a 10 mil ienes.

Fontes: FNN e divulgação
Foto: internet

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância