Pesquisa de cibersegurança do Japão descobre 20 mil sites falsos de compras

Produtos em sites fraudulentos incluem não somente bolsas e relógios de luxo, mas também itens em geral e produtos esportivos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Produtos em destaque em sites fraudulentos incluem não somente bolsas e relógios de luxo, mas também itens em geral e produtos esportivos (imagem ilustrativa)

Uma pesquisa de cibersegurança descobriu que cerca de 20 mil sites falsos de compras estavam em operação no segundo semestre deste ano, informou a ANP – Agência Nacional de Polícia na quinta-feira (21), alertando que os sites são designados a extorquir dinheiro de compradores inocentes.

Publicidade

Grande parte dos sites usa um hiperlink com uma propaganda falsa que leva as vítimas a um site fraudulento, disse a ANP, com base em uma pesquisa realizada pelo Centro de Controle de Cibercrime do Japão que envolve informação de segurança e provedoras de serviço online.

Tipicamente, as vítimas são levadas a sites falsos após usarem um mecanismo de pesquisa para buscar informações sobre um produto que desejam comprar e clicam em um hiperlink, que inclui palavras como “relógio de marca, de alta qualidade”.

Produtos em destaque em sites maliciosos incluem não somente bolsas e relógios de luxo, mas também itens em geral e produtos esportivos. Os sites tendem a estarem escritos em um japonês não natural, de acordo com o centro.

No período de julho ao início deste mês, havia 19.834 sites fraudulentos, descobriu a pesquisa.

Investigação de contas bancárias designadas pelos sites para pagamento

A polícia está investigando 122 contas bancárias designadas pelos sites para pagamento, e confirmou que até agora cerca de 240 milhões de ienes foram transferidos a elas.

Investigadores identificaram fraudes de compras online envolvendo 43 pessoas, incluindo aquelas suspeitas de tornar suas contas bancárias disponíveis aos sites.

O centro apresentou o resultado da pesquisa ao Anti-Pishing Working Group, uma organização internacional com a tarefa de unificação da resposta global ao cibercrime. Medidas têm sido tomadas para acionar um alerta pop-up quando usuários de computador estão prestes a se conectar a um site fraudulento.

Fonte: Kyodo, Japan Times
Imagem: Bank Image

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Governo diz que usará ‘imposto de saída do país’ somente para promoção do turismo

Publicado em 25 de dezembro de 2017, em Sociedade

Sob o novo imposto, cada passageiro, sem importar a nacionalidade, terá que pagar mil ienes ao sair do país via aérea ou marítima.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O Japão planeja introduzir o imposto de saída do país a partir de 7 de janeiro de 2019 (imagem ilustrativa)

O governo japonês informou na sexta-feira (22) que usará a receita de um referido imposto de saída do país (出国税 shukkoku zei) somente para promover o turismo, em meio a preocupações de que ele seria direcionado a uma faixa mais ampla de propósitos.

Publicidade

O Japão planeja introduzir o imposto de saída do país a partir de 7 de janeiro de 2019, exigindo de cada passageiro, não importando a nacionalidade, a pagar mil ienes ao deixar o país via aérea ou marítima.

A arrecadação será alocada para três áreas –  criação de ambiente para viagens sem estresse e agradável, facilitação de acesso à informação sobre atrações turísticas do país e melhoria dos níveis de satisfação dos visitantes ao preparar recursos turísticos que utilizam cultura única e natureza em áreas regionais – de acordo com a política básica.

Sob  atual plano, crianças com menos de dois anos de idade e passageiros em trânsito que partem do Japão dentro de 24 horas de seus desembarques serão isentos. O governo ainda precisa buscar aprovação da assembleia para introdução do que é oficialmente conhecido como um imposto para turistas internacionais.

Sustentado por um recente auge no turismo estrangeiro, o que resultou em um novo recorde anual de mais de 24 milhões de visitantes em novembro deste ano, o Japão visa atrair 40 milhões de turistas do exterior em 2020 quando Tóquio sediar as Olimpíadas e Paralimpíadas.

No esboço para o orçamento nacional do ano fiscal de 2018 aprovado na sexta-feira (22), o governo planeja usar cerca de seis bilhões de ienes em receita do imposto de partida do país para projetos urgentes, como disponibilizar mais serviço multilíngues.

Ainda assim, alguns contribuintes japoneses expressaram ceticismo, dizendo que não está claro como eles vão se beneficiar de um imposto que é primariamente designado a oferecer melhores serviços a turistas estrangeiros.

Fonte: Japan Today, Kyodo
Imagem: Bank Image

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância