Trabalhadores ficam suspensos por 1 hora na obra

Dois trabalhadores ficam suspensos em uma obra por cerca de uma hora, em edifício de 12 andares, na cidade de Okayama.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Gôndola com 2 trabalhadores ficou suspensa por cerca de uma hora, no edifício de 12 andares (JNN)

Dois trabalhadores ficaram suspensos por cerca de 1 hora, dentro da gôndola inclinada, em um edifício no centro da cidade de Okayama (província homônima).

Publicidade

O edifício de 12 andares passa por uma obra de reparos. Localizado em Kita-ku, funciona a sede do Banco da China. Por volta do meio-dia desta sexta-feira (15), dois dos trabalhadores ficaram suspensos a uma altura de 50 metros. Dentro da gôndola inclinada aguardaram pelo socorro do Corpo de Bombeiros.

As atividades da obra programadas no período da manhã foram concluídas. Com isso, a gôndola seria recolhida para o terraço do edifício. Nesse momento, por uma razão ainda desconhecida, um dos braços do guindaste que segurava as cordas, desceu repentinamente. Assim, a gôndola ficou inclinada. Imobilizada, não puderam puxá-la para o terraço.

Os bombeiros chegaram e iniciaram o trabalho de resgate. Desceram uma escadaria de socorro para resgatar um por um dos trabalhadores. Segundo informações, os dois foram salvos ilesos, cerca de uma hora depois.

Cenas do clima de suspense no prédio de 12 andares e o resgate dos dois trabalhadores (JNN)

Fonte e fotos: JNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japão expande sanções à Coreia do Norte

Publicado em 15 de dezembro de 2017, em Sociedade

As novas sanções são em resposta ao lançamento de míssil em 29 de novembro e às contínuas ações e palavras provocativas da Coreia do Norte, disse o porta-voz do governo japonês.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

As novas adições trazem o total de sujeitos às sanções unilaterais do Japão para 56 empresas ou grupos e 62 indivíduos (NHK/reprodução)

O governo japonês decidiu na sexta-feira (15) congelar ativos de mais 19 empresas norte-coreanas como parte de suas sanções unilaterais em resposta à provocação repetida do Norte de uma proibição das Nações Unidas sobre testes nucleares e de mísseis balísticos.

Publicidade

As 19 empresas lidam com serviços financeiros, comércio de carvão e petróleo, além de envio de trabalhadores ao exterior, de acordo com o Ministério de Relações Exteriores.

Após cerca de dois meses sem lançamentos de mísseis, a Coreia do Norte disparou um em 29 de novembro o qual ela diz ser um novo tipo de ICBM -míssil balístico intercontinental capaz de atingir qualquer alvo no território dos Estados Unidos.

O principal porta-voz do governo japonês, Yoshihide Suga, disse que as sanções expandidas, efetivas na sexta-feira, são em resposta ao recente lançamento de míssil, as contínuas ações e palavras provocativas da Coreia do Norte e uma falta de progresso concreto sobre a questão de cidadãos japoneses raptados pelo país nos anos de 1970 e 1980.

De acordo com um oficial do Ministério de Relações Exteriores, todas as empresas já estão sujeitas às sanções impostas pelos Estados Unidos, com início em janeiro do ano passado.

Dentre elas está a Korean Computer Center, a qual o ministério disse estar envolvida no envio de trabalhadores e tem presença na Alemanha, China, Síria, Índia e Emirados Árabes Unidos.

As novas adições trazem o total de sujeitos às sanções unilaterais do Japão para 56 empresas ou grupos e 62 indivíduos, alguns dos quais também são cobertos pelas resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, disse o oficial.

Fonte: Kyodo
Imagem: NHK 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância