Smartphone ao volante poderá gerar prisão

Caso o motorista seja pego com o smartphone ao volante, mesmo que não tenha cometido acidente, poderá amargar até 6 meses de prisão, diz o projeto de lei.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A nova lei que está para ser aprovada poderá penalizar o motorista com smartphone ao volante, com prisão (Toyo Keizai)

Volante não combina com smartphone ou tablet. A atual lei prevê penalidade de até 3 meses de prisão ou pagamento de até 50 mil ienes de multa, caso o motorista seja flagrado dirigindo com smartphone na mão, atitude que provoca riscos no trânsito.

Publicidade

O novo projeto de lei, provavelmente, a ser aprovado em 22 deste mês, aumenta as penalidades. Para o motorista que provoca risco de acidente no trânsito a pena sobe para até um ano de prisão ou pagamento de multa até o valor de 300 mil ienes.

Também pretende introduzir uma nova penalidade. Mesmo que o motorista não ofereça risco de acidente de trânsito poderá ser penalizado com até 6 meses de prisão ou pagamento de 100 mil ienes de multa. Ou seja, o governo japonês quer redução drástica da combinação smartphone e volante, que distrai o motorista e é a causa de boa parte dos acidentes. 

O jornal Sankei soube no dia 13, que o governo está definindo uma nova política para fortalecer as penalidades, revisando a Lei de Tráfego Rodoviário, contra atos perigosos de dirigir um carro enquanto vê e manuseia telefone celular, smartphone, tablet ou outros idênticos.

Ao volante: idoso e smartphone 

Outro aspecto preocupante para o governo é o da direção perigosa por motoristas com idade acima dos 75 anos. O índice de acidentes praticamente dobrou de 2006 (7,4%) para 2016 (13,5%). Pretende estabelecer um local nos municípios onde o motorista idoso possa receber informações sobre a direção segura.

Em relação ao uso do smartphone enquanto dirige, o aumento de acidentes causados no período entre 2011 a 2016 também surpreende. Passou de 1.557 casos para 2.628 casos em 5 anos.

Para cada 1 milhão de blitz realizadas em 2016, 14% foram pegos com smartphone ao volante. Entre agosto e setembro o Gabinete Oficial encomendou uma pesquisa e 13% dos entrevistados responderam que usam o smartphone enquanto dirigem. A pesquisa avaliou a opinião dos motoristas sobre esse assunto.

Os próprios entrevistados indicaram na pergunta com múltiplas respostas, as medidas que o governo deveria tomar. As respostas com maior incidência – acima de 50% –  foram “elevar o número de pontos da carta de motorista aplicando multa mais severa” e “aumentar o número de blitz”.

Fonte: Sankei 
Foto: Toyo Keizai

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Brasileiro fugiu do hospital psiquiátrico

Publicado em 14 de janeiro de 2018, em Crime

Estava internado por ordem judicial, depois de ter sido absolvido no julgamento. Polícia procura por ele.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância