Novo complexo de lazer em Yokohama para o REP

A companhia de trem Keikyu vai inaugurar um complexo de lazer sob a ponte, para praticar o remo em pé dentro da cidade.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

REP-remo em pé dentro da cidade, em Yokohama (ANN)

Um novo local para os residentes de Kanagawa será inaugurado em Yokohama no sábado (28). Trata-se do Tinys Yokohama Hinodecho, com área para aprender ou praticar o SUP-stand up paddle surfing ou REP-remo em pé, em português.

Publicidade

Este esporte havaiano tem a sua popularidade cada vez mais crescente em todo o mundo e agora os residentes locais poderão desfrutar dele.

A Keikyu aproveitou o espaço sob as pontes onde passam os trilhos para renovar a área com um complexo de lazer. Inspirada no conceito das tiny houses, tendência internacional, é toda feita em madeira e compacta.

Aproveitou o espaço sob a ponte para a construção do complexo de lazer (ANN)

Tem hamburgueria com café, hostel e instalação para o REP.

O local é privilegiado, na margem do Rio Ooka. Para que o praticante ou aluno do REP possa desfrutar do esporte com tranquilidade, o local oferece chuveiros e armários para guardar os pertences.

O Tinys vai oferecer também eventos e food truck a partir de maio.

Imagem do café (à esq.) e do hostel (à dir.) inspirados nas tiny houses (divulgação)

Tinys Yokohama Hinodecho

Fontes e fotos: ANN e divulgação

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Sobremesa que será servida após reunião intercoreana irrita o Japão

Publicado em 26 de abril de 2018, em Sociedade

Tóquio apresentou um protesto porque a musse que será servida no jantar destaca um mapa da península coreana que inclui uma disputada ilha que é reivindicada pelo Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Uma musse de manga foi escolhida como sobremesa (South Korean Government)

A escolha da Coreia do Sul de uma sobremesa para a histórica reunião intercoreana que será realizada na sexta-feira (27) deixou um gosto amargo no Japão.

Publicidade

Tóquio apresentou um protesto sobre a musse de manga planejada para o jantar entre o presidente sul-coreano Moon Jae-in e o líder norte-coreano Kim Jong-un porque o prato destaca um mapa da península coreana que inclui uma disputada ilha que é reivindicada pelo Japão. As ilhas ficam na metade do caminho entre os vizinhos do leste asiático no Mar do Japão, o qual Seul se refere como Mar do Leste (East Sea).

O Ministério de Relações Exteriores do Japão disse na quarta-feira (25) que Kenji Kanasugi, diretor-geral do Departamento de Assuntos Asiáticos e da Oceania, disse à Embaixada da Coreia do Sul que a inclusão de Takeshima, ou Ilha Dodko em coreano, era “lamentável” e “inaceitável”.

O Japão diz que a Coreia do Sul está ocupando ilegalmente a ilha rochosa que fica ao leste da península, e é uma questão que acidifica há muito tempo as relações entre os dois países.

Nenhum esforço poupado

Imagens divulgadas pela Coreia do Sul na quarta-feira mostram um mapa similar acima das cadeiras especialmente projetadas, onde sentarão Moon e Kim quando eles se encontrarem no lado sul da Zona Desmilitarizada que divide os dois países. O Japão também fez reclamações sobre isso.

As cadeiras especialmente projetadas também destacam um mapa com as ilhas disputadas (South Korean Government)

Seul não poupou esforços em suas preparações para a reunião, a primeira vez que líderes da Coreia do Norte e do Sul se encontram em mais de uma década.

Na sala na Casa da Paz onde eles se encontrarão, a mesa retangular normal foi substituída por uma oval. O escritório de Moon espera que o formato encoraje os participantes da reunião a conversarem de forma mais transparente.

Outro design destaca o foco sobre uma história compartilhada entre os dois países, incluindo a incorporação de elementos como um Hanok, uma casa tradicional coreana.

No jantar após a reunião, cada prato no cardápio virá com uma forte pitada de simbolismo.

Aos convidados serão servidos pratos das cidades natais de três presidentes sul-coreanos que acolheram reuniões intercoreanas.

Eles irão comer especialidades do extremo norte e sul da península coreana, incluindo noodles gelado, bolinhos e carne grelhada. Haverá até alimentos cuja origem é da zona desmilitarizada em si.

Fonte e imagens: CNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância