Starbucks fechará lojas nos EUA para treinamento contra discriminação racial

O anúncio ocorre após um tumulto em relação à prisão de dois homens negros que estavam esperando um amigo na filial da Starbucks na Filadélfia

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O treinamento sobre preconceito racial ocorrerá em 29 de maio para cerca de 175 mil funcionários

A Starbucks informou que fechará suas oito mil lojas nos Estados Unidos por uma tarde para educar seus funcionários sobre preconceito racial.

Publicidade

O anúncio ocorre após um tumulto em relação à prisão de dois homens negros que estavam esperando um amigo na filial da Starbucks na Filadélfia, na semana passada. A gerente da loja chamou a polícia.

O treinamento sobre preconceito racial será realizado em 29 de maio para cerca de 175 mil funcionários.

“Passei os últimos dias na Filadélfia com minha equipe de liderança ouvindo a comunidade, analisando o que fizemos de errado e as medidas que precisamos tomar para sanar o comportamento inadequado”, disse o CEO da Starbucks Kevin Johnson em uma declaração.

A Starbucks disse que o treinamento será desenvolvido com orientação de especialistas.

Dois homens entraram em uma loja da Starbucks no dia 12 de abril e pediram para usar o banheiro. Um funcionário disse a eles que era somente para clientes que estavam consumindo no estabelecimento. Quando eles se sentaram nas cadeiras da loja sem pedir nada, a gerente chamou a polícia, e os homens foram presos por invasão.

Johnson se encontrou com os dois homens no dia 16 de abril e pediu desculpas pelo modo como foram tratados, disse um porta-voz da empresa.

A Starbucks disse que a gerente que chamou a polícia não está mais trabalhando na loja.

Separadamente, um vídeo filmado em janeiro em uma loja da Starbucks na Califórnia e postado no Facebook mostra um homem negro dizendo que não pôde usar o banheiro enquanto um cliente “de pele clara” estava lá.

Veja o vídeo filmado por uma cliente:

Fonte: CNN
Imagem: Bank Image

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Passageira morre em pouso de emergência nos EUA

Publicado em 18 de abril de 2018, em Notícias do Mundo

Um dos motores do avião ‘explodiu’. Detritos atingiram e quebraram uma janela. Passageira que estava sentada ao lado teve parte do corpo sugado para fora.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Um dos motores do avião explodiu e um pouso de emergência teve que ser feito na Filadélfia (BBC/reprodução)

Na terça-feira (17), passageiros a bordo de um voo da Southwest Airlines com destino a Dalas fizeram todos os esforços para puxar de volta ao avião uma mulher que havia sido sugada por um buraco deixado por uma janela quebrada, disseram testemunhas. A mulher veio a óbito.

Publicidade

Ela estava sentada no lado esquerdo do avião quando algo no motor aparentemente quebrou e bateu na janela. Ela ficou para fora dessa abertura por vários minutos, disse Amy Serafine e Hollie MacKay, que estavam sentadas atrás da poltrona da vítima.

Muitos passageiros continuaram tentando puxá-la de volta ao avião por um longo tempo, até que dois homens conseguiram colocá-la novamente em sua poltrona, disseram eles.

Uma enfermeira que estava a bordo do avião ajudou realizando o processo de massagem cardíaca, mas a vítima não resistiu.

O CEO da Southwest, Gary Kelly, disse que a família da vítima era a preocupação primordial da empresa aérea.

“Esse é um dia triste e nossos corações vão para a família e entes queridos da vítima”, disse ele. “Faremos tudo que pudermos para dar suporte a eles durante esse momento tão difícil”.

A mulher que morreu foi identificada como Jennifer Riordan, de acordo com a afiliada da CNN, KOAT, que citou a Annunciation Catholic School. Riordan, de 43 anos, trabalhava para a Wells Frago em Albuquerque, Novo México, divulgou a mídia.

Terror na cabine

“Todos estavam indo à loucura, e gritando e berrando”, disse o passageiro Marty Martinez sobre o voo, que partiu de Nova York e foi forçado a fazer um pouso de emergência na Filadélfia.

O avião sofreu danos em um de seus motores e, de acordo com o passageiro Kristopher Johnson que estava sentado na parte frontal  do voo 1380, detritos do motor voaram em direção à janela, quebrando-a e ferindo uma mulher que estava sentada do lado.

A tripulação reportou danos em um dos motores do avião, assim como na fuselagem e em uma janela, disse a Administração Federal de Aviação em uma declaração.

O corpo da mulher ferida foi sugado pela abertura no avião, lembrou-se Martinez em uma entrevista por telefone. Objetos voavam para fora do buraco, onde era a janela, e “passageiros ao lado da mulher a seguravam”.

Outros passageiros começaram a tampar o buraco com jaquetas e outros objetos, mas em vão. Tudo foi sugado para fora do avião, disse ele.

O avião desceu acentuadamente, disse Johnson, mas o piloto reganhou controle e informou aos passageiros que voo estava indo em direção à Filadélfia.

Outros sete feridos

O encarregado pelo setor de incêndio da Filadélfia, Adam Thiel, disse anteriormente que um dos 149 passageiros e membros da tripulação a bordo foi levado ao hospital em estado grave. Sete outras pessoas ficaram levemente feridas.

O Conselho Nacional de Segurança no Transporte enviou uma equipe à Filadélfia para investigar o incidente. A Boeing está fornecendo assistência técnica na investigação.

Fonte: CNN
Imagens: BBC, Twitter

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância