Terremoto de magnitude 7,1 no Peru, divisa com Brasil

Ocorreu um terremoto de magnitude 7,1 no Peru, às 6h04, no horário local.

Publicidade

Ocorreu um forte terremoto de magnitude 7,1, com epicentro a 125Km de Puerto Esperanza, no Peru. O tremor foi às 4h04 no horário local e 18h04 no fuso de Tóquio, na sexta-feira (24).

O local faz divisa com o Brasil e fica próximo da Bolívia.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos-USGS a profundidade foi de 609,4Km. De acordo com o USGS não há risco de tsunami.

Segundo o COEN-Centro de Operaciones de Emergencia Nacional o epicentro foi em Purus, Ucayali. O tremor foi sentido no Chile e Colômbia.

Epicentro em Purus, na divisa com Acre, no Brasil (COEN)

Até o momento (19h) não há informação de danos. As consequências continuam sendo monitoradas.

Fontes: USGS e COEN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Fenômeno no Monte Fuji: sabedoria de previsão dos ancestrais

Publicado em 24 de agosto de 2018, em Sociedade

Quando esse tipo de cobertura aparece no Monte Fuji, na sabedoria dos ancestrais japoneses era um fenômeno de presságio. Saiba qual é.

Fenômenos como esse no Monte Fuji eram presságios de mudança de tempo na sabedoria ancestral (Asahi)

O Monte Fuji foi fotografado pelos apaixonados por ele na manhã de quinta-feira (23). Havia o que a sabedoria ancestral chamava de tsurushigumo (笠雲) no seu topo, como se fosse um chapéu.

Publicidade

A origem está no ideograma 笠, lê-se casa, mas diferente do guarda-chuva ou sombrinha. Trata-se de uma espécie de capa usada para cobrir a cabeça a fim de se proteger da chuva e neve. O outro ideograma, 雲, lê-se kumo, significa nuvem. Portanto, o fenômeno tsurushigumo significa nuvem que cobre a cabeça ou o cume da montanha. 

Os povos antigos usavam o casa (笠) para proteger a cabeça da chuva e neve, estilizado, continua sendo usado pelos monges (Wikipedia)

Sabedoria da previsão do tempo

Quando esse tipo de nuvem cobre o topo é presságio de mau tempo. Era uma das formas dos ancestrais saberem que vem chuva.

Monte Fuji visto de Susono (Chunichi)

Com o avanço da tecnologia para previsão do tempo nem é preciso ver o cume do Monte Fuji.

Com a aproximação do tufão número 20 a população sabia que viria chuva.

Segundo o Observatório de Meteorologia de Shizuoka o ar úmido atingiu a montanha e foi resfriado pela corrente de ar ascendente. Assim se formaram essas nuvens sobre o cume e em torno dele.

Fontes e fotos: Chunichi, Asahi e Wikipedia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!