Enlutado responsabiliza província de Saitama pelo assassinato das 6 pessoas

Os assassinatos ocorreram durante a fuga do peruano da delegacia onde estava detido. Enlutado responsabiliza província por não ter avisado a população local.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Polícia de Saitama não avisou os residentes de Kumagaya da fuga do peruano, o qual assassinou 6 pessoas enquanto estava foragido (ANN)

Um homem enlutado, 45 anos, por ter perdido a esposa e 2 filhas assassinadas pelo peruano Jonathan L. B. Nakada, 33, há 3 anos, em Kumagaya (Saitama), processa a província.

Publicidade

Em coletiva de imprensa na sexta-feira (14) disse que sua esposa era muito cuidadosa. “Se a polícia tivesse avisado os residentes locais que um detido fugiu há grande possibilidade de ter evitado esses assassinatos”, explica.  

Nakada estava detido sob suspeita de roubo cometido em 13 de setembro de 2015. Fugiu da delegacia e em 4 dias assassinou 6 pessoas das casas da vizinhança onde morava.

Ele está requerendo indenização de 64 milhões de ienes à Província de Saitama. Justifica que “na época, ao questionar a polícia ouvi apenas ‘estávamos tão ocupados que esquecemos de avisar’ o que não foi convincente”. Ele quer um pedido formal de desculpas por considerar essa falha grave. Responsabiliza a província pelo assassinato da sua família e das outras vítimas.

Nakada já foi julgado e condenado à pena de morte por roubo e assassinato.

Fontes: ANN e JNN 
Fotos: ANN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Furacão Florence causa a morte de 5 pessoas nos EUA

Publicado em 15 de setembro de 2018, em Notícias do Mundo

O Florence foi rebaixado para uma tempestade tropical na noite de sexta-feira, mas ainda sustentava ventos de 112Km/h.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Rajadas de vento e chuva extremamente forte (Independent)

Autoridades informaram que cinco pessoas morreram na sexta-feira (14) quando o furacão Florence continuou devastando as Carolinas do Norte e Sul com rajadas de vento e chuva extremamente forte.

Publicidade

O Florence foi rebaixado para uma tempestade tropical na noite de sexta-feira, mas ainda sustentava ventos de 112Km/h.

O centro da tempestade atravessou a Carolina do Sul na sexta-feira, seguindo em direção à cidade costeira de Myrtle Beach. O furacão deixou mais de 680.000 residências e negócios sem energia elétrica na Carolina do Norte.

Mortes

As primeiras fatalidades confirmadas foram na manhã de sexta-feira, quando uma mãe e seu bebê morreram após uma árvore ter caído sobre a casa onde moravam, em Wilmington. O pai da criança ficou ferido e foi levado para o hospital.

Oficiais do condado de Ponder disseram que uma mulher morreu em Hampstead, a cerca de 16Km ao nordeste de Wilmington e a 3Km da costa. A mulher ligou para o 911 na manhã de sexta-feira com uma emergência médica, mas a equipe não conseguiu chegar até ela por causa de árvores caídas na estrada.

Em Kinston, um homem de 78 anos foi eletrocutado, supostamente tentando conectar cabos de extensão em meio à chuva. Um homem de 77 anos foi encontrado no lado de fora de sua casa após sair para ver como estavam seus cães de caça, disseram oficiais.

Rajadas de vento de 240Km/h

O Florence tocou o solo como furacão de categoria 1 em Wilmington, onde árvores foram inclinadas pelas rajadas de vento que chegaram a 240Km/h.

Cerca de 80Km ao norte, em Jacksonvile, mais de 60 hóspedes de um motel foram forçados a deixar o local porque as instalações estavam desmoronando. Mais ao norte, na cidade de New Bern, equipes de resgate estavam lutando para chegar até 150 pessoas isoladas por causa da inundação.

De acordo com a projeção do Centro Nacional de Furacões, o Florence eventualmente se deslocará para o nordeste, sobre o sul de Appalachians, se movendo como uma depressão tropical para os estados do meio Atlântico e Nova Inglaterra até meados da próxima semana.

Fonte: The Guardian
Imagem: Independent

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância