Recompensa da polícia: até ¥3 milhões para identificar a vítima

A polícia quer desvendar de vez o caso de um corpo esquartejado encontrado no Biwako. A recompensa é de até 3 milhões de ienes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Pôster da polícia com desenho do rosto da vítima encontrada esquartejada no Biwako (divulgação)

A Polícia da Província de Shiga quer recompensar por uma informação valiosa sobre uma vítima. Em maio de 2008 foram encontradas partes do corpo de um homem no Lago Biwa ou Biwako, em japonês. Cabeça e pernas foram encontradas distintamente nas cidades de Ohmi Hachiman e Higashi Ohmi.

Publicidade

Passados 10 anos a polícia ainda não identificou a vítima. Já recebeu mais de 830 informações até 31 de julho deste ano mas nenhuma delas leva, de fato, ao reconhecimento.

O indivíduo tinha uma ferida ou cisto sebáceo sob o olho. O desenho reproduz o rosto da vítima, inclusive com esse problema sob o olho. Segundo o pôster, não tinha 4 dentes da frente e a idade é de 30 a 50 anos.

O prazo para a recompensa expirou mas foi adiado para mais um ano a partir de 9 de setembro.

Dezenas de policiais ficaram em frente ao Mitsui Outlet Park, em Ryuo, e também do Aeon Mall de Kusatsu para entregar lenços de papel com esse desenho, no fim de semana.

Pede à população de Shiga e de outras províncias que se souber quem é a vítima, ligue para o telefone de ligação gratuita: 0120-320-027.

Reprodução em desenho do rosto da vítima, com o cisto sebáceo ou ferida sob o olho (divulgação)

Fontes e imagens: Kyoto NP e MBS

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Leite: risco de escassez por causa do terremoto de Hokkaido

Publicado em 10 de setembro de 2018, em Sociedade

Há risco de escassez temporária do leite nos supermercados pelo impacto do terremoto ocorrido em Hokkaido na semana anterior.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

As fazendas voltaram a fazer ordenha e as fábricas retornam à produção (Glico)

Um dos impactos do forte terremoto em Hokkaido foi o apagão. Com isso, fabricantes de leite e derivados da província tiveram operações suspensas.

Publicidade

Segundo o  Ministério da Agricultura, Florestas e Pescas o leite de Hokkaido representa 50% do volume do mercado, por isso há risco de escassez desse alimento, em boa parte do Japão.

De Tóquio a Kansai, em ampla área a venda poderá ser controlada ou até faltar nas geladeiras dos supermercados.

Duas grandes indústrias – Morinaga Milk e Yukijirushi Meg Milk – suspenderam a distribuição desde 7 e 8, respectivamente. Não informaram o volume. A Yukijirushi informou para a imprensa que está dando prioridade ao abastecimento das escolas da província.

Elas voltaram a funcionar na sexta-feira (8) porque os fornecedores de leite cru voltaram a abastecê-las. As vacas leiteiras das fazendas estavam no escuro por causa do apagão. E a ordenha é feita pelas máquinas que dependem de energia elétrica.

Ordenha depende das máquinas que funcionam com energia elétrica, em Hokkaido (Asahi)

O Porto de Kushiro (Hokkaido), de onde saem produtos agrícolas e leite para o Porto de Hitachi (Ibaraki), voltou a funcionar na sexta-feira.

O dono da Akidai, uma grande empresa de verduras e alimentos frescos, disse “estou preocupado se ocorrerá restrição de fornecimento do leite”, para a JNN.

Por outro lado, o Ministério da Agricultura, Florestas e Pescas, informou na segunda-feira (10) que dos 39 laticínios de Hokkaido 34 já voltaram a funcionar. “A oferta e a demanda do leite cru está caminhando para a estabilização”, declarou. O leite é também a principal matéria-prima para a fabricação de queijos, iogurtes, manteiga e outros derivados.

Fontes: JNN e Mainichi Fotos: Asahi e Glico

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância