Neve fora de época: frio e paralisações na via expressa

Incomum nesta época do ano uma ampla área do arquipélago ficou com a paisagem branca obrigando a população a voltar a usar roupas de inverno.

Sakura coberta de neve, em Matsumoto (ANN)

 

Publicidade

Da região Tokai a Kanto as paisagens mudaram para a cor branca e cinzenta por causa do clima incomum.

Por causa da forte frente fria sobre o arquipélago, na manhã de quarta-feira (10) os termômetros registraram temperaturas de inverno. Em Matsumoto (Nagano) o registro foi de 0,5ºC; em Kofu (Yamanashi), de 1,2ºC; em Maebashi (Gunma), de 1,5ºC e na capital japonesa foi de 5,7ºC.

Na regiões Tokai e Hokuriku não foi diferente, com neve em Takayama, Motosu e Gujo (Gifu). Em Gujo o acúmulo chegou a 7cm e em Motosu 2cm, incomum para esta época da primavera.

Via expressa Tokai Hokuriku coberta de neve (CTV)

A via expressa Tokai Hokuriku ficou coberta de neve, dificultando a visibilidade e ocasionou paralisações de caminhões e carros de passeio.

O trecho entre as IC de Shirotori e Hida Kiyomi teve que ser interrompido para o tráfego pela manhã, segundo a Nexco. A empresa gestora ajudou a remover os veículos paralisados e se empenhou na remoção da neve acumulada. Para trafegar nessa via expressa é preciso estar com pneus de neve no veículo.

Na região Kanto-Koshin as paisagens ficaram brancas pela manhã, com acúmulo em várias cidades. Há possibilidade de mais neve no dia seguinte. Por isso a Agência de Meteorologia do Japão-AMJ recomenda sair bem agasalhado e alerta para quem tem lavoura.

Nas planícies de Kanto-Koshin e Kita Kanto o acúmulo é de 2cm nas planícies, enquanto nas montanhas pode chegar a 20cm.

Como a diferença de temperatura nesses locais chega a 10ºC em relação ao dia anterior, a recomendação é de cuidar da saúde física.

Fontes: CTV, Tokai TV, ANN e NNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Baleia-jubarte é encontrada morta em Tokushima

Publicado em 10 de abril de 2019, em Sociedade

Uma baleia-jubarte em estado de decomposição foi encontrada pelos pescadores na costa da pequena cidade Mugi. Saiba mais.

O mamífero marinho já estava em estado de decomposição (Tokushima Shimbun)

A imprensa local soube na terça-feira (9) que o corpo de uma baleia-jubarte ou baleia-cantora, foi resgatado pela Guarda Costeira de Tokushima.

Publicidade

Segundo informações locais, na tarde de 6 deste mês, os pescadores a viram já morta e flutuando, a 5Km do Porto de Pesca de Mugi (Tokushima).

A guarda costeira foi comunicada e cerca de 8 horas depois o corpo do mamífero marinho de 8 metros, já em estado de decomposição, chegou carregado no barco da patrulha, em Ebisuhama, na pequena cidade de Minami-cho, cerca de 3Km de Mugi-cho.

A província que administra o cais tratou de providenciar barricadas em torno do local de ancoragem, na segunda-feira (8).

De acordo com informações de um representante do Museu da Província de Tokushima as baleias-jubarte passam o verão nos mares das Ilhas Curilas, Rússia, ou Alasca. No inverno migram para as águas de Okinawa ou das Ilhas Ogasawara para reprodução.

Essa baleia tinha 8 metros, o que indica não ser adulta. O macho adulto mede cerca de 15 a 16 metros, enquanto a fêmea, de 16 a 17. Chegam a pesar mais de 35 toneladas.

Elas já foram avistadas nas águas de Tokushima em 2010 e 2015.

Fonte: Tokushima Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!