Japonês preso por usar drone sem licença

Além desse homem que foi preso outros 3 foram encaminhados para responder na justiça por uso do drone sem licença em local público.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Adesivo da polícia de Tóquio sobre a proibição de uso de drone no parque (Asahi)

O Departamento de Polícia Metropolitana informou na segunda-feira (27) que prendeu Takashi Kaga, 52, residente em Edogawa-ku, Tóquio.

Publicidade

O motivo foi o uso do drone sem licença em uma praça pública do local onde mora, na noite de 9 deste mês.

O seu drone tem medidas de 45cm de cada lado e pesa 470 gramas, o que requer licença.

A polícia recebeu telefonema de uma pessoa no parque dizendo “tem um drone subindo e descendo repetidamente, é perigoso”.

Drone usado pelo japonês que foi preso (NHK)

“Pensei que no parque não precisasse de permissão. Quis ver um drone de melhor desempenho voando”, disse o preso, segundo a polícia.

No mês passado a polícia encaminhou 3, sendo 2 japoneses e um polonês, para a promotoria pelo mesmo motivo. Todos usavam seus drones no parque em Adachi-ku. O polonês gravava vídeo das cerejeiras floridas.

Que licença é essa

O Departamento de Polícia Metropolitana de Tóquio chama à atenção da população para não pilotar drone sem licença nas áreas povoadas ou instalações, pois se torna alvo de punição.

Para fazer voar drones com peso superior a 200 gramas em áreas povoadas ou nas proximidades do aeroporto é necessário obter licença do Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo, conforme a Lei da Aviação.

No caso de violação, está sujeito à multa de até 500 mil ienes. A lei de regulamentação do uso de drones também proíbe o uso em torno de instalações importantes, como o Palácio Imperial e o Gabinete do Primeiro-Ministro.

Veja os modelos de drone que podem ser usados sem licença, toque aqui.

Fontes: Nikkei, Asahi e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Village House apresenta apartamento para brasileiros em Toyama

Publicado em 27 de maio de 2019, em Sociedade

Depois de reformar os prédios da Koyo Sokushin Jutaku, os apartamentos foram apresentados aos brasileiros de Imizu. Veja mais detalhes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Apresentação do apartamento modelo em Imizu (Hokkoku Shimbun)

A Village House que faz a gestão dos 35 conjuntos habitacionais da Koyo Sokushin Jutaku em 11 cidades da província de Toyama, apresentou o apartamento modelo no domingo (26) para os brasileiros de Imizu.

Publicidade

Como oferece facilidades para alugar a procura pelos estrangeiros vem aumentando.

Cerca de 30% dos inquilinos são estrangeiros, divulgou a empresa. Ela vem reformando os apartamentos dos conjuntos habitacionais desde 2017 para locação.

Esse apresentado para os brasileiros fica em Taikoyama, área onde há várias empresas que empregam a mão de obra verde amarela. Por isso, Karina Yoshie, 38 escolheu o apartamento com planta 3DK.

“O maior obstáculo era encontrar um fiador”, apontou. Mas como para locação não há necessidade, facilita. Além disso, aqueles depósitos para garantia também não são necessários na empresa Village House.

As explicações sobre coleta seletiva do lixo, entre outras, são feitas em português ou inglês.

Fonte: Hokkoku Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância