Arrecadação de imposto no Japão bate recorde histórico

Arrecadação de impostos ultrapassa pela primeira vez os índices da bolha financeira e mobiliária e bate maior número após 28 anos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Arrecadação de impostos no Japão bate ¥60.4 trilhões.

Segundo o Ministério das Finanças (MOF), a arrecadação de imposto calculada pela estimativa geral (ippan kaikei) do ano fiscal de 2018 foi de ¥60,4 trilhões. Este será o maior índice em 28 anos, ultrapassando o recorde de 1990, depois da bolha financeira e imobiliária. O MOF fará o anúncio oficial no início de julho.

Publicidade

Em dezembro do ano passado, o MOF havia previsto ¥59.9 trilhões em arrecadação para o ano fiscal de 2018. Contudo, as novas previsões indicam que o número pode ser ainda maior, ultrapassando os ¥60.1 trilhões arrecadados em 1990.

Devido ao aumento do rendimento de dividendos das ações e estabilidade financeira mundial, o imposto de renda, que preenche a maior porcentagem da arrecadação de imposto, teve uma elevação prevista em ¥400 bilhões e pode chegar a níveis superiores aos ¥19.5 trilhões previstos após a correção.

Entretanto, o imposto empresarial ficou abaixo do esperado. Segundo o jornal Asahi, isso foi ocasionado pelas dificuldades na indústria manufatureira após o impacto da guerra comercial entre EUA e China.

O governo espera que as estimativas para o ano fiscal de 2019 ultrapassem a arrecadação de 2018 devido ao aumento do imposto sobre o consumo para 10% em outubro. As previsões para 2019 indicam arrecadação de ¥62.5 trilhões. Contudo, há a possibilidade da arrecadação ficar abaixo do esperado dependendo da situação financeira mundial.

Em meio ao aumento da intransparência da economia nacional, o primeiro-ministro Shinzo Abe enfatiza: “Vamos efetuar medidas dinâmicas e adequadas sem hesitação contra o risco de desaceleração econômica” em discurso feito em 26 de junho.

Fonte: Asahi Shimbum

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Kodomo Shokudo: ação social e voluntária que salva as crianças

Publicado em 27 de junho de 2019, em Sociedade

Apesar do Japão ser uma nação desenvolvida há crianças de famílias em estado de pobreza. A existência do Kodomo Shokudo ajuda e muito!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Local onde as crianças podem ir sozinhas para receber refeição e socializar (divulgação)

Para compreender o que é Kodomo Shokudo (こども食堂), o conceito é proporcionar local para servir refeição a zero iene ou de baixíssimo custo, onde qualquer criança possa ir sozinha. 

Publicidade

Não existe uma definição rígida. Há refeitórios onde mãe e filhos podem ir, crianças cujos pais trabalham até tarde, enfim, depende dos voluntários locais. Há outros onde voluntários auxiliam nas tarefas e há também os que oferecem lazer e brincadeiras antes e depois das refeições. O estilo é livre, sem amarras.

Esses refeitórios são de grande ajuda para as crianças e, desde 2012, quando começaram os primeiros, vêm aumentando a cada ano. São criados e mantidos por voluntários do bairro, em uma grande ação social recebendo contribuições para a manutenção.

Gráfico mostra o aumento do Kodomo Shokudo a cada ano (divulgação)

Segundo a ONG Musubie, que abriga todos esses refeitórios do arquipélago, em 2019 o número subiu para 3.718 ou 160% a mais que o ano anterior.

Importância do refeitório na pobreza infantil

Atualmente há 19.892 escolas primárias em todo o Japão. A intenção é chegar a ter um refeitório da criança, na tradução livre, em cada bairro onde há escola. Assim, todos os pequenos poderão ter acesso a esse benefício.

A refeição aquece o estômago e o coração da criança (divulgação)

Em números Tóquio, Osaka e Kanagawa são as províncias com mais refeitórios. Mas em proporção às escolas as províncias de Okinawa (61%), Shiga (53%), Tóquio (37%) e Tottori (35%) são as que mais oferecem o serviço nos bairros. 

Okinawa é a província com maior índice de pobreza infantil do país, chegando a 30%. Para ter uma ideia é 1,8 vez maior do que a média das demais províncias. 

Na província são 41 cidades, vilas e vilarejos, sendo que em 26 há 134 refeitórios da criança, portanto ainda há muito o que fazer em Okinawa.

Efeitos positivos do Kodomo Shokudo

As crianças têm um local para ir, melhoram o relacionamento interpessoal, observa-se melhoria no aprendizado, além do aumento do senso de autoeficácia. Também, tem ficado claras as mudanças positivas na relação pais e filhos. 

Por tudo isso a ONG informou que pretende continuar firmemente no propósito pois foram constatados efeitos positivos para as crianças e suas famílias.

Voluntários providenciam local, preparam comida e atendem as crianças (divulgação)

Fonte: divulgação

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância