Turistas estão proibidos de tirar fotos em algumas vias de Quioto

Residentes locais dizem que a proibição ocorre após comportamentos de desrespeito por parte de alguns visitantes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Placas foram colocadas nas áreas das ruas privadas para informar os turistas sobre a proibição (NHK)

Turistas em Quioto (província homônima) não poderão mais tirar fotos em ruas estreitas de propriedade privada perto de um dos locais mais fotografados na cidade.

Publicidade

Residentes locais dizem que a proibição ocorre após comportamentos de desrespeito por parte de alguns visitantes.

Uma associação de residentes e donos de lojas no distrito de Gion impuseram a proibição sobre fotografar em ruas privadas perto da rua Hanamikoji, efetiva a partir de 25 de outubro.

As tradicionais calçadas de pedra da área, restaurantes e casas de chá são uma grande atração turística.

Entretanto, alguns visitantes teriam entrado em propriedades privadas sem permissão. Houve outros relatos de pessoas puxando os quimonos de gueixas e maikos.

Aqueles que tirarem fotos sem permissão estarão sujeitos a uma multa de 10.000 ienes (NHK World)

Membros da associação colocaram placas informando os visitantes sobre a proibição.

Eles também distribuíram panfletos incitando os turistas a pedirem permissão antes de tirar fotos de gueixas e maikos.

As pessoas serão multadas em 10.000 ienes, ou cerca de 100 dólares, por tirar fotos nas vielas privadas sem permissão.

A chefe da associação, Mimiko Takayasu, diz que a proibição foi imposta para preservar a atmosfera tradicional de Gion.

Fonte: NHK World

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

O cenário cênico de Oshino Hakkai

Publicado em 27 de outubro de 2019, em Turismo em Yamanashi

O Oshino Hakkai é um cenário turístico de oito lagos em Oshino, um pequeno vilarejo na região dos Cinco Lagos de Fuji, em Yamanashi.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O Oshino Hakkai é um pequeno vilarejo em Yamanashi (banco de imagens PM)

O Oshino Hakkai é um cenário turístico de oito lagos em Oshino, um pequeno vilarejo na região dos Cinco Lagos de Fuji, situado entre os Lagos Kawaguchi e Yamanaka, no local de um antigo lago que secou há centenas de anos.

Publicidade

Os oito lagos são alimentados por neve das encostas do Monte Fuji que filtra montanha abaixo através de camadas porosas de lava, resultando em águas límpidas que são reverenciadas pelos residentes locais.

Os oito lagos são o Deguchi, Okama, Sokonashi, Choushi, Waku, Nigori, Kagami e Shoubu.

O Choushi (banco de imagens PM)

Perto de um dos lagos os visitantes podem beber a água fresca direto da fonte.

Os lagos são bem fundos e ostentam uma vida vegetal interessante e peixes, o que torna a visita quase parecida àquela de um aquário.

Os lagos parecem aquário a céu aberto (banco de imagens PM)

Embora os lagos tenham se desenvolvido em atrações turísticas e possam estar repletos de visitantes, eles têm uma atmosfera agradável desde que você não espere uma natureza intocada.

Há muitos restaurantes, lojas de lembrancinhas e vendedores de vegetais, doces, conservas, artesanatos e outros produtos locais em volta dos lagos.

Alguns têm pequenas grelhas no lado de fora para atrair visitantes com o aroma de batatas-doces assadas e bolachas de arroz tostadas (osenbei).

Não importa a época do ano, o local tem um fluxo grande de visitantes (banco de imagens PM)

Um pequeno museu a céu aberto, o Hannoki Bayashi Shiryokan, rodeia o maior lago de Oshino Hakkai. Ele fica aberto das 9h às 17h e a entrada custa 300 ienes.

Hannoki Bayashi Shiryokan (banco de imagens PM)

O museu ostenta casas tradicionais com telhados de palha que podem ser vistas por dentro e exibem várias ferramentas de agricultura, itens domésticos, armadura samurai e armas.

O vilarejo é um pequeno refúgio não importa a época que você visite. Bordos japoneses mostram toda sua beleza de setembro a novembro.

No outono (banco de imagens PM)

Durante o inverno, de dezembro a fevereiro, camadas de neve acrescentam qualidade mágica a esse vilarejo tranquilo.

A neve também dá um toque todo especial ao vilarejo (banco de imagens PM)

Oshino Hakkai (忍野八海)

  • Há estacionamento pago próximo ao local
  • Site para informações: oshino.yamanashi (toque para abrir, em japonês)
  • Toque aqui para ver a localização

Hannoki Bayashi Shinryokan

  • Funciona das 9h às 17h
  • Entrada: 300 ienes

Acesso de transporte público

São poucos os ônibus entre a estação Kawaguchiko e Gotenba (aproximadamente 1 por hora) fazem um pequeno desvio via Oshino Hakkai (toque aqui para ver os horários).

Ademais, ônibus que partem da estação Fujisan com destino a Uchino e Hirano, os ônibus turísticos Fujikko e os ônibus loop Mount Fuji World Heritage também fazem uma parada em Oshino Hakkai 1 ou 2 vezes por hora. Desça na parada Oshino Hakkai (ao invés disso, alguns ônibus com destino a Uchino e Hirano usam a parada Oshino Hakkai Iriguchi; não confunda com a parada mais distante de Oshino Iriguchi).

Com base no site Japan Guide

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância