Duas dicas para uso da máscara sem incomodar orelhas e para quem usa óculos

A máscara é um importante aliado na prevenção, na etiqueta e também na ocorrência de um desastre. Veja as 2 dicas valiosas!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Uso de máscara com conforto (PM)

Usar máscaras podem ser um incômodo para as orelhas e também para quem é usuário de óculos. Mas como ela é uma grande aliada na etiqueta quando está gripado ou com influenza, e também na prevenção da polinose ou kafunsho em japonês. Veja os dois macetes simples para usá-las com conforto. 

Publicidade

A polícia divulgou essa informação na página web com a intenção de dar dicas em caso de desastres. Mas são providenciais em qualquer tempo. 

Adeus óculos embaçados

Se usa óculos, seja de grau ou de sol, sabe o quanto incomoda ficar com as lentes embaçadas. Com esse macete isso vai acabar agora mesmo. 

Imagem: Departamento de Polícia Metropolitana

O teste foi realizado em duas formas simples e ambos deram certo. O primeiro jeito é só dar uma dobrada na parte superior, cerca de 1 centímetro, para o lado interno. 

A seta vermelha mostra o lenço de papel dobrado em 4 e colocado sob a máscara dobrada, de fato, não embaça as lentes (PM)

A segunda forma é, além de dobrar, colocar um lenço de papel dobrado em 4 no comprimento, sobre a parte superior da máscara. Segundo o site, dessa forma as lentes não embaçam de jeito nenhum. E no teste do Portal Mie a segunda opção foi aprovada.

Sem dor nas orelhas 

Com o passar das horas as orelhas chegam a ficar doloridas com a máscara. Isso vai acabar e sentirá mais conforto com esse indispensável item de higiene e etiqueta. 

Imagens mostram o uso da borrachinha ou do clips

Vai precisar de um elástico de borracha ou de prender o cabelo, ou um clips. Vai passar o elástico nas alças da máscara e vesti-la. Se preferir usar o clips, passe-o nos elásticos da máscara. Eles ficarão na parte inferior da cabeça e o desconforto das orelhas acaba. 

No teste do Portal Mie o mais confortável foi o uso de elástico para cabelo.

Foram duas dicas simples, da polícia, e se gostou, compartilhe. Pode ser útil para seus amigos.

Fonte: DPM

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Companhias aéreas estão suspendendo voos para a China continental

Publicado em 31 de janeiro de 2020, em Notícias do Mundo

Governos em todo o mundo estão atentos por causa do novo coronavírus e já emitiram alertas de viagem. Companhias aéreas preocupadas suspendem vários voos para a China continental.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Por medo da propagação do novo coronavírus, aéreas suspendem vários voos para a China (ilustrativa/PM)

Companhias aéreas na Europa, Ásia e América do Norte estão cancelando voos de/para a China enquanto o novo coronavírus, que se originou na cidade chinesa de Wuhan, infecta milhares de pessoas na China e dezenas além de suas fronteiras.

Publicidade

Embora todas as 213 mortes em decorrência do vírus estejam limitadas à China, pelo menos 82 pessoas em 18 países diferentes testaram positivo para o novo coronavírus, o 2019-nCoV, levando governos em todo o mundo a emitirem alertas de viagem e começarem a evacuar seus cidadãos de Wuhan.

Autoridades chinesas impediram viagens de/para Wuhan e adotaram restrições de transportes similares e rigorosas em várias outras cidades.

Quais companhias aéreas suspenderam voos?

A British Airways cancelou voos de/para Pequim e Xangai até pelo menos essa sexta-feira (31) após alertas de autoridades locais para “somente viagens essenciais à China continental”. Voos de/para Hong Kong continuarão sem ser afetados, disse a aérea.

A KLM optou por suspender voos com destino a Pequim e Xangai após esse fim de semana até 9 de fevereiro. A companhia havia anunciado anteriormente que também cancelaria voos para Chengdu, Hanghzhou e Xiamen.

A American Airlines disse na quarta-feira (29) que suspenderia voos entre Los Angeles e Xangai e Pequim a partir de 9 de fevereiro até 27 de março, mas citou que voos a partir de Dallas-Forth Worth continuariam, de acordo com a Associated Press.

O Grupo Lufthansa disse que cancelaria todos os seus voos com destino à China continental até 9 de fevereiro.

A Austrian Airlines disse que suspenderá voos de/para a China até 9 de fevereiro. A companhia aérea informou na quarta-feira que voaria para destinos na China “por uma última vez hoje”.

A Air Canada suspendeu todos os voos diretos para Pequim e Xangai de quinta-feira até 29 de fevereiro após o alerta do governo canadense para evitar viagem desnecessária à China continental. “Clientes afetados serão notificados e terão opções, incluindo viagens em outras aéreas onde disponível, ou reembolso”, disse a companhia em uma declaração.

A United Airlines emitiu dispensas de viagem a clientes que tinham a intenção de ir para Wuhan e outros destinos na China. A aérea disse que serviços de/para a China seriam afetados entre 1º e 8 de fevereiro por causa de um “significante declínio na demanda”, divulgou o Washington Post. A interrupção afetaria 24 viagens de ida e volta entre EUA e Pequim, Hong Kong e Xangai.

A Delta está emitindo dispensas de viagem em voos de/para e por Pequim e Xangai de 24 de janeiro a 30 de abril.

A Cathay Pacific disse na terça-feira (28) que “reduzirá progressivamente a capacidade” de seus voos de/para a China continental “em 50% ou mais” a partir de 30 de janeiro até o fim de março.

A Air India cancelou voos para Xangai a partir de 31 de janeiro até 14 de fevereiro e disse que um máximo de sete voos entre Nova Déli e Hong Kong só ocorrerão em três dias dentro do mesmo período de tempo.

A Finnair suspendeu voos de/para Nanjing e Pequim. “Devido à recente suspensão de todos os grupos de viagem da China, a Finnair cancelará seus três voos semanais entre Helsinque e o Aeroporto Internacional Beijing Daxing entre 5 de fevereiro e 29 de março, e seus dois voos semanais entre Helsinque e Nanjing entre 8 de fevereiro e 29 de março”, disse a aérea em uma declaração, acrescentando que ofereceria a escolha de uma mudança na data da viagem ou destino ou reembolso.

A LCC sul-coreana Seoul Air também interrompeu voos para a China e a indonésia Lion Air disse que fará o mesmo, de acordo com a Associated Press. A Lion Air disse que cancelou mais de 50 voos para a China até fevereiro.

A Associated Press também divulga que aéreas de Hong Kong estão reduzindo o número de voos para a China continental em cerca da metade, a Air Seoul está suspendendo voos para destinos na China continental e a Jetstar Asia sediada em Singapura está reduzindo voos de/para a China.

Aéreas japonesas consideram interrupção de voos para a China

Companhias aéreas japonesas estão observando um declínio no número de passageiros que vão e vêm da China desde o surto do coronavírus. Elas estão considerando suspender alguns voos tanto pelos negócios como por razões de segurança da saúde.

A All Nippon Airways – ANA opera 20 voos de ida e volta por dia entre Japão e China. Até agora, somente o serviço para Wuhan foi suspenso. Oficiais dizem que ficarão de olho na situação.

A Japan Airlines – JAL diz que continuará operando voos para a China, mas que isso poderia mudar a qualquer momento.

Fontes: Time, NHK World

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância