Mulher foi presa por tentar abrir porta de avião em pleno voo

A britânica que tentou abrir a porta de um avião em pleno voo foi condenada a 2 anos e meio de prisão na quarta-feira (12). O incidente ocorreu em 2019.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Uma aeronave da Jet2 (Wikimedia/John Taggart)

Um mulher britânica que tentou abrir a porta de um avião em pleno voo foi condenada a 2 anos e meio de prisão na quarta-feira (12).

Publicidade

Chloe Haines, de 26 anos, estava a bordo de um voo que partiu do Aeroporto de Londres Stansted com destino ao de Dalaman da Turquia em junho de 2019 quando membros da tripulação e outros passageiros tiveram que impedi-la de abrir a porta da aeronave.

“A atitude de Haines foi um dos casos mais graves de comportamento perturbador de passageiro que já vivenciamos, e a proibimos de voar conosco para sempre”, disse Steve Heapy, CEO da Jet.2.com e da Jet2holidays em uma declaração.

Dois caças da Força Aérea Real foram enviados para escoltar o avião de volta para o Aeroporto de Stansted após o incidente.

A Jet2 cobrou de Haines, natural de Hugh Wycombe, oeste de Londres, mais de 110 mil dólares após seu “comportamento extremamente perturbador” ter feito com que o voo fosse desviado.

O Tribunal Chelmsford Crown ouviu como Haines havia misturado álcool e medicamento antes do incidente, o qual ela não lembrou, divulgou a agência de notícias britânica PA Media.

O promotor Michale Crimp disse ao tribunal como Haines “se lançou” para abrir a porta da aeronave, a qual transportava 206 passageiros.

Antes, Haines havia sido considerada culpada por colocar em risco a segurança de uma aeronave e agredir o tripulante da Jet2 Charley Coombe.

“Aqueles que estão presos no espaço confinado da aeronave inevitavelmente ficarão aflitos, assustados e petrificados pelas ações daqueles que, em um estado de embriaguez, colocam em risco as suas vidas”, disse o juiz Charles Gratwicke durante a sentença, de acordo com a PA.

Haines disse “quero morrer” e “vou matar todos vocês” quando as pessoas se esforçavam para impedi-la de abrir a porta da aeronave.

Seu advogado, Oliver Saxby QC, disse que Haines não havia consumido bebida alcoólica desde o incidente e que vinha participando de reuniões dos Alcoólicos Anônimos 4 vezes por semana.

“Ela não estava só embriagada, ela não se sentia bem”, disse ele, acrescentando que Haines foi diagnosticada com problemas de saúde mental.

“Ela está indignada com ela mesma”.

O CEO da Jet2 disse que o álcool foi um fator claramente contribuinte no incidente, e que a companhia aérea está trabalhando para reprimir comportamento indisciplinado.

Fonte: CNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Coronavírus não afetará agenda dos Jogos Olímpicos de Tóquio, diz chefe do comitê

Publicado em 13 de fevereiro de 2020, em Sociedade

Yoshiro Mori reiterou nesta quinta-feira (13) que a agenda dos jogos de verão não será afetada pela propagação do Covid-19.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Anéis olímpicos em Tóquio (ilustrativa/PM)

O chefe do comitê organizador das Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio, Yoshiro Mori, reiterou nesta quinta-feira (13) que a agenda dos jogos de verão não será afetada pela propagação do novo coronavírus, o Covid-19.

Publicidade

“Quero afirmar claramente que o cancelamento ou adiamento dos Jogos de Tóquio não foram considerados”, disse Mori no início de uma reunião de dois dias com o Comitê Olímpico Internacional – COI para discutir as preparações.

O ex-primeiro-ministro disse que organizadores “trabalharão com o governo e responderão calmamente” a quaisquer problemas que surgirem em decorrência do vírus que causa pneumonia, que já matou mais de 1,3 mil pessoas na China continental e infectou perto de 60 mil, de acordo com autoridades da saúde chinesas.

Houve 247 casos confirmados da infecção no Japão desde a quinta-feira (13), incluindo 218 passageiros e tripulação a bordo de um navio de cruzeiro atracado em Yokohama. As infecções se espalharam para mais de 20 países principalmente na Ásia, Europa e América do Norte.

O presidente da Comissão de Coordenação do COI, John Coates, disse que o novo coronavírus foi uma “questão não esperada” e que as autoridades dos jogos falariam depois que precauções necessárias serão tomadas para atletas e outros que viajam ao Japão.

O comitê organizador e o COI também planejam discutir as questões de custos que rodeiam a controversa transferência dos eventos de maratona e marcha atlética de Tóquio para Sapporo devido ao esperado calor na capital japonesa neste verão.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância