Abe diz que governo criará fundo de ¥270 bilhões para combater propagação do coronavírus

Para atenuar as consequências da propagação do Covid-19 , Abe disse que seu governo criará um outro pacote de emergência ao usar fundos de reserva no valor de mais de ¥270 bilhões.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe (PM)

O primeiro-ministro Shinzo Abe disse no sábado (29) que seu governo criará um outro pacote de emergência ao usar fundos de reserva no valor de mais de ¥270 bilhões (US$2.5 bilhões) em cerca de 10 dias para ajudar a atenuar as consequências do novo coronavírus.

Publicidade

“O Japão tomará todos os passos possíveis” para lidar com o impacto do vírus, disse Abe em uma coletiva de imprensa em Tóquio transmitida na televisão, a primeira desde o pedido abrupto feito por ele na semana passada para fechar todas as escolas a partir de 2 de março por cerca de 1 mês até as férias de primavera.

“A próxima semana, ou duas, será um momento crítico para o Japão e ver se entraremos em uma rápida fase de expansão de infecções ou se seremos capazes de levá-las em direção ao fim”, disse Abe enquanto pedia apoio do público para sua decisão sobre o fechamento de escolas em meio a temores de transmissões em grupo.

Como medidas de emergência, pais que precisam tirar folga para cuidar dos filhos até que a maioria das escolas comecem o novo acadêmico no início de abril receberão suporte financeiro, disse Abe.

O governo também oferecerá subsídios a pequenas e médias empresas afetadas pelo surto global que interrompeu redes de fornecimento e produção, e atingiu o turismo.

O pacote segue o existente que totaliza ¥15.3 bilhões.

O Japão tem mais de 900 casos confirmados de coronavírus, os quais incluem mais de 700 ligados ao Diamond Princess, um navio de cruzeiro que foi colocado em quarentena na cidade de Yokohama (Kanagawa). Especialistas médicos e oficiais do governo dizem que pequenos grupos de infecção, ou aglomerados, apareceram no país.

Com menos de 5 meses até as Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio, o Japão vem intensificando esforços para reduzir infecções pelo coronavírus e Abe reiterou que o país continuará a se preparar para jogos “seguros” para atletas e espectadores.

Abe disse que o desenvolvimento de kits de testes rápidos para detectar o vírus e que podem mostrar resultados em 15 minutos, comparados ao atuais que demoram de 2 a 3 horas, está em curso e devem ser colocados em uso neste mês.

Apesar da declaração de Abe de que 4 mil testes de vírus podem realizados por dia em todo o país, um crescente número de pessoas se queixou que seus pedidos para exame foram recusados.

O Japão já iniciou testes clínicos de três medicamentos, incluindo o anti-influenza Avigan desenvolvido por uma unidade da Fujifilm Holdings, para ver se eles são eficazes em tratar pessoas diagnosticadas com o coronavírus.

Após o pânico para comprar papel higiênico por preocupações que eles poderiam se esgotar, Abe pediu por calma, dizendo que “quase todo” o produto vendido no Japão é produzido no país e que há reservas suficientes.

O novo coronavírus que se originou na cidade chinesa de Wuhan em dezembro do ano passado se espalhou para inúmeros países e a Organização Mundial da Saúde – OMS elevou sua avaliação de risco para o mundo do Covid-19 ao seu nível mais alto.

Após mercados financeiros terem sido amedrontados pelo surto que aumentou os temores de recessão, Abe disse que o Japão vai monitorar de perto outros desenvolvimentos e tomará medidas econômicas e fiscais “necessárias e suficientes” para lidar com o impacto.

Fonte: Kyodo

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Parques temáticos de Tokai também suspendem expediente

Publicado em 2 de março de 2020, em Sociedade

O fechamento é temporário, como fizeram outros parques temáticos, para prevenção ao Covid-19. Veja quais são e até quando.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Legoland Japan em Nagoia (Nagoya TV)

O parque temático Legoland Japan, situado em Minato-ku, cidade de Nagoia (Aichi), informou o fechamento temporário até 15 deste mês. Levou em consideração a preservação da saúde de seus funcionários e também a  segurança dos visitantes, como prioridade, por causa do novo coronavírus.

Publicidade

O Castelo de Inuyama também estará fechado até a mesma data. Já as instalações do Porto de Nagoia, o aquário e o prédio central, estarão com as portas fechadas temporariamente a partir de segunda-feira (2) até 16. 

Esses parques seguiram as mesmas decisões dos maiores do Japão, a Tokyo Disneyland, Disney Sea e Universal Studios Japan, cujos anúncios foram feitos na semana anterior.

Em relação ao complexo Nagashima, de Mie, as informações na sua página web são de que o parque temático – Nagashima Spa Land – e as águas termais fecham a partir de segunda-feira (2) até 13. O Nabana no Sato suspendeu todos os eventos no período até 15. 

Já o Mitsui Outlet Park continua funcionando, porém com horário de expediente reduzido, no período até 15 deste mês, ficando aberto das 11h às 19h. 

Fontes: divulgação e Nagoya TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância