Empresa japonesa de biotecnologia pode produzir em massa candidata à vacina para Covid-19

Segundo a OMS, há mais de 60 vacinas candidatas para a Covid-19 desenvolvidas por companhias farmacêuticas e startups em todo o mundo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ampola de vacina e seringa (ilustrativa/PM)

A empresa japonesa de biotecnologia Takara Bio planeja produzir em massa vacinas para o novo coronavírus ainda este ano, disse ao jornal Nikkei o presidente e CEO Koichi Nakao em uma entrevista.

Publicidade

A Takara fez parceria com a companhia biofarmacêutica AnGes e a Universidade de Osaka para desenvolver a vacina de DNA.

Ela iniciará ensaios clínicos no verão. Se o ministério da saúde do Japão aprovar uma produção e licença de vendas neste outono, a companhia estaria pronta para fornecer vacinas a 200 mil pessoas neste ano.

As vacinas seriam produzidas na fábrica principal da Takara na cidade de Kusatsu (Shiga). Uma vez que companhias farmacêuticas podem produzir vacinas em massa, o governo pode começar a flexibilizar as atuais restrições sobre o movimentos das pessoas a atividades comerciais.

Nakao disse que as instalações para produzir centenas de vacinas exigidas para o ensaio estão “perfeitamente prontas”. Ele também disse que “não há problema (com a produção em massa) se aplicarmos existentes tecnologias”.

A vacina de DNA da Takara pegará alguma da informação do gene do vírus e a fornecerá ao sistema imunológico do paciente. O sistema imunológico então será capaz de atacar o vírus quando ele entrar no corpo.

A vacina pode ser produzida mais rápido se comparada àquelas que enfraquecem o vírus. A Takara Bio planeja usar instalações de produção anteriormente empregadas para medicamentos de terapia de genes.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, há mais de 60 vacinas candidatas para o novo coronavírus desenvolvidas por companhias farmacêuticas e startups em todo o mundo.

Fonte: Asia Nikkei

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Bridgestone suspenderá operações em fábricas no Japão

Publicado em 21 de abril de 2020, em Sociedade

Suspensão das operações de 11 plantas no país no fim de abril e início de maio além das interrupções agendadas durante o período de feriado da Golden Week.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Bridgestone suspende atividades temporariamente em 11 plantas no Japão (PM)

A Bridgestone disse na segunda-feira (20) que suspenderá as operações em 11 plantas no Japão no fim de abril e início de maio além das interrupções agendadas durante o período de feriado da Golden Week.

Publicidade

Inicialmente, a grande fabricante de pneus tinha programado suspender a produção de pneus e produtos relacionados nas plantas durante o período de feriado de 4 dias a partir de 3 de maio.

Contudo, a Bridgestone agora planeja suspender operações por mais 2 ou 6 dias antes ou depois do período original de suspensão, em resposta aos fechamentos temporários de fábricas de montagem de veículos em meio à propagação do surto da Covid-19, disseram oficiais da companhia.

Especificamente, 8 fábricas de pneus em 6 províncias incluindo Fukuoka estarão paralisadas por um total de 6 dias adicionais, enquanto uma planta que produz materiais de reforço de pneus na província de Saga fechará por 4 dias extras e duas plantas que fabricam produtos de borracha em Gifu e Kumamoto por 2 dias.

Face à queda de vendas globais de veículos devido à pandemia de coronavírus, grandes montadoras japonesas incluindo a Toyota e a Honda estão cortando a produção ao fechar parte de suas linhas de montagem, resultando em suspensões de operações em fornecedores de peças e materiais.

Além de fabricantes de pneus, as do ramo do aço como a Nippon Steel decidiram paralisar alguns de seus alto-fornos.

Fonte: Jiji

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência