Grupo de vacinação levanta US$ 8,8 bilhões para imunização em países pobres

As vacinas ajudariam a imunizar mais 300 milhões de crianças nos países mais pobres contra doenças como sarampo, poliomielite e difteria.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

(Imagem ilustrativa/PM)

A aliança de vacinas GAVI disse na quinta-feira (4) que havia levantado US$8,8 bilhões de doadores internacionais envolvendo governos, companhias e fundações filantrópicas para financiar seus programas de imunização até o ano 2025.

Publicidade

Em uma cúpula para fundos em Londres, a GAVI disse que os valores haviam excedido sua meta de US$7,4 bilhões, e “ajudariam a imunizar mais 300 milhões de crianças nos países mais pobres contra doenças como sarampo, poliomielite e difteria”.

A aliança de vacinas também disse que havia levantado US$567 milhões, rumo a uma meta de US$2 bilhões, de doadores internacionais para um Comprometimento de Mercado Avançado a fim de comprar futuras vacinas contra Covid-19 para países pobres.

O negócio ajudaria a garantir doses de vacinas contra Covid-19 – quando elas forem desenvolvidas – para países pobres a fim de imunizar profissionais da saúde e aqueles sob alto risco, disse, assim como criar “doses de segurança” para uso quando necessário.

A GAVI, a Organização Mundial da Saúde e a UNICEF alertaram que 80 milhões de crianças abaixo de 1 ano estão sob risco de doença devido a interrupções de programas vitais de imunização por causa da pandemia de Covid-19.

O Reino Unido, que sediou a cúpula, estava entre os maiores doadores para o núcleo de fundos de US$8 bilhões da GAVI, prometendo o equivalente a US$416 milhões por ano ao longo dos próximos 5 anos.

Outros grandes doadores incluíram a Fundação Bill & Melinda Gates, que doou US$1,6 bilhão para o período até 2025 e os governos da Noruega, Alemanha e Estados Unidos.

A doação do Japão será de cerca de US$300 milhões.

A GAVI é uma parceria público-privada apoiada pela Fundação Bill & Melinda Gates, a OMS, Banco Mundial, UNICEF e outros, a qual organiza compras em volume para reduzir os custos de vacinas para países pobres.

Fonte: Agência Reuters

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

USJ demonstra como serão as medidas de prevenção para reabertura do parque

Publicado em 5 de junho de 2020, em Sociedade

Reabertura começa para residentes de Osaka e posteriormente para os que moram em outras províncias da região Kansai.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O USJ começa a abrir em estágios a partir de 8 de junho (PM)

O parque temático Universal Studios Japan – USJ em Osaka demonstrou para a mídia na quinta-feira (4) suas medidas de prevenção contra infecções por coronavírus quando ele iniciar a reabertura em estágios a partir de 8 de junho, após ficar fechado por cerca de 3 meses.

Publicidade

O USJ pedirá aos visitantes que usem máscaras e verifiquem suas temperaturas corporais. Ele também pedirá às pessoas que sentem em disposições espaçadas com poltronas vazias em volta delas em atrações como montanhas-russas ou quando estiverem em teatros cobertos.

No evento da imprensa de 4 de junho, funcionários demonstraram as novas medidas que deverão ser realizadas nos portões de entrada do parque ao usar termômetros de não contato para verificar as temperaturas de outro pessoal representando os visitantes.

Então, eles pediram aos “visitantes” que registrassem seus emails para serem usados no Sistema de Rastreamento Osaka Covid-19 operado pelo governo provincial. Se um visitante testar positivo para o vírus, todos aqueles registrados e que visitaram a instalação no mesmo dia receberão uma mensagem de alerta.

Nas atrações, os visitantes devem estar em pequenos grupos e formar uma fila enquanto ficam sobre marcas no chão as distanciando um dos outros. Restaurantes e lojas de souvenirs recomendarão o uso de pagamentos cashless, como cartões de crédito. Além disso, se o parque ficar muito lotado, as entradas serão controladas.

Junichi Arita, chefe do departamento de operações do USJ, disse “posicionaremos funcionários exclusivamente para desinfetar locais em todo o parque. Junto com os visitantes queremos buscar novas maneiras de desfrutar do local”.

O USJ abrirá às 10h de 8 de junho com entradas limitadas a residentes da província de Osaka que têm passaportes de 1 ano até 14 de junho.

Ele então abrirá para todos os residentes da província a partir de 15 de junho, expandindo para incluir pessoas que moram nas províncias de Quioto, Hyogo, Shiga, Nara e Wakayama a partir o dia 19.

A previsão da operadora do parque é que o número de visitantes seja menos da metade do volume normal por enquanto.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância