Quase 17 mil casos de coronavírus e 87% de recuperação

Embora tenha aumentado o número de testados positivos o percentual de pessoas recuperadas também é maior.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Infográfico: News Digest

Houve aumento de novos casos em Tóquio na terça-feira (2), com 34 testados positivo, tanto que a governadora decidiu emitir alerta. Em Fukuoka foram mais 6, mais 3 em Hokkaido e Kanagawa, 1 em Tochigi, Chiba, Aichi e no aeroporto, de uma pessoa estrangeira, de Hiroshima. No total foram 50 nessa data e a somatória do período é de 16.950 casos.

Publicidade

Foram registrados 3 óbitos, sendo um em Tóquio, Saitama e Osaka. Com esses são 902 perdas.  

Mais 62 pessoas tiveram alta e continuam internadas ou em tratamento 1.316 pacientes, sendo 113 em estado grave.

Até terça-feira sobe para 14.732 o total de recuperados, chegando a 87% do total. 

No último dia de maio foram realizados 2.524 testes PCR. 

Veja o quadro por província e por navio.

Região Província N.º Infectados Mortes
Norte/Nordeste Hokkaido 1.082 87
Aomori 27 1
Miyagi 88 1
Yamagata 69 0
Akita 15 0
Iwate 0 0
Fukushima 81 0
Kanto Ibaraki 168 10
Tochigi 66 0
Gunma 149 19
Saitama 999 49
Chiba 902 45
Tóquio 5.283 306
Kanagawa 1.369 86
Hokuriku Niigata 82 0
Toyama 227 22
Ishikawa 298 25
Fukui 122 8
Koshin Nagano 76 0
Yamanashi 63 1
Tokai Gifu 151 7
Shizuoka 75 1
Aichi 506 34
Mie 44 1
Kinki Shiga 100 1
Quioto 358 17
Osaka 1.783 84
Hyogo 699 42
Nara 87 2
Wakayama 63 3
Chugoku Tottori 3 0
Shimane 24 0
Okayama 24 0
Hiroshima 164 3
Yamaguchi 36 0
Shikoku Tokushima 5 1
Kagawa 28 0
Ehime 82 4
Kochi 74 3
Kyushu/Sul Fukuoka 775 28
Saga 45 0
Nagasaki 17 1
Kumamoto 47 3
Oita 60 1
Miyazaki 17 0
Kagoshima 10 0
Okinawa 142 6
Voos fretados da China 14 0
Func. do gov. e teste aeroporto 202 0
TOTAL DENTRO JAPÃO 16.801 902
Cruzeiro Diamond Princess 712 13
Cruzeiro Costa Atlantica 149 0
TOTAL NO JAPÃO 17.513 915

 

Fontes: Fast Alert e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Vendas de veículos kei têm queda acentuada no Japão

Publicado em 3 de junho de 2020, em Sociedade

O mercado de automóveis do Japão quase foi reduzido à metade devido à epidemia de coronavírus, a qual afetou a demanda e restringiu negócios.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

(Imagem ilustrativa/PM)

As vendas de veículos leves (kei jidosha) novos registraram a queda mais acentuada em maio, enquanto o mercado de automóveis do Japão quase foi reduzido à metade devido à epidemia de coronavírus, a qual afetou a demanda e restringiu negócios em concessionárias, mostraram dados da indústria na segunda-feira (1º).

Publicidade

As vendas de veículos leves caíram 52,7% em maio ante 2019, a maior queda ano a ano desde 1968 quando dados comparativos se tornaram disponíveis, enquanto as vendas gerais de veículos no Japão diminuíram 44,9% para 218.285 unidades, marcando o 8º mês consecutivo de declínio.

As vendas de kei novos totalizaram 70.307 unidades no mês, informou a Associação de Veículos Leves do Japão.

Excluindo os veículos leves, as vendas de carros, caminhões e ônibus caíram 40,2% ante o ano anterior para 147.978 unidades, o segundo menor volume para maio desde 1968, disse a Associação de Comerciantes de Automóveis do Japão em um relatório separado.

As vendas de veículos diminuíram ainda mais após o primeiro-ministro Shinzo Abe ter declarado estado de emergência em abril, com pedidos para as pessoas ficarem em casa e para que negócios fechassem temporariamente ou reduzissem os horários de funcionamento.

O estado de emergência foi suspenso integralmente em estágios até o fim de maio, visto que o ritmo de infecções por coronavírus desacelerou, mas a atividade econômica geral ainda precisa retornar ao normal.

As vendas de veículos já estavam fracas desde outubro, quando o imposto sobre consumo (shohizei) subiu de 8 para 10 por cento.

Fonte: Japan Times

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância