Terremoto de magnitude 6,5 atinge a Indonésia

A Indonésia está situada no chamado Anel de Fogo do Pacífico, que é frequentemente atingido por terremotos que às vezes são acompanhados por tsunamis.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Não há risco de tsunami (Google)

Um terremoto de magnitude 6,5 na escala Richter sacudiu o norte de Halmahera, perto da província North Sulawesina Indonésia, na tarde desta quinta-feira (4), de acordo com o Centro Alemão de Pesquisa em Geosciências GFZ.

Publicidade

A agência nacional de tempo e clima da Indonésia (BMKG) deu uma magnitude preliminar de 7,1 a uma profundidade de 111Km. O GFZ colocou a profundidade do tremor a 105Km.

O porta-voz da BMKG, Taufan Maulana, disse à agência Reuters que nenhum dano havia sido causado e que o terremoto não representou risco de tsunami.

A Indonésia está situada no chamado Anel de Fogo do Pacífico, que é frequentemente atingido por terremoto que às vezes são acompanhados por tsunamis.

Fonte: Agência Reuters

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japão considera simplificar formato das Olimpíadas devido ao coronavírus

Publicado em 4 de junho de 2020, em Sociedade

As Olimpíadas, inicialmente programadas para começar em 24 de julho de 2020, foram adiadas por 1 ano devido ao surto de coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Estrutura de anéis olímpicos em Tóquio (PM)

O Japão está considerando simplificar o formato das Olimpíadas de Tóquio no próximo ano como parte dos esforços para prevenir a propagação do novo coronavírus, disseram fontes do governo nesta quinta-feira (4), divulgou o jornal Mainichi.

Publicidade

As mudanças poderiam incluir a diminuição no número de espectadores e redução das cerimônias de abertura e encerramento das Olimpíadas e Paralimpíadas, de acordo com fontes.

A disposição de serviços médicos, incluindo a realização de testes PCR (reação em cadeia da polimerase) em atletas, staff e espectadores, e restrições nas saídas de esportistas das vilas olímpicas estão sendo lançadas como possíveis medidas contra o vírus.

Em março, o Comitê Olímpico Internacional – COI e o governo japonês adiaram as Olimpíadas, inicialmente programadas para começar em 24 de julho deste ano, por 1 ano devido ao surto de coronavírus.

O primeiro-ministro Shinzo Abe disse que as Olimpíadas e Paralimpíadas deveriam ser realizadas de uma “forma completa” e dispensou a opção de reduzir a escala dos jogos, o que permanece sendo o objetivo final do governo.

Contudo, nesta quinta-feira o secretário-chefe do Gabinete Yoshihide Suga parou de explicar se o governo ainda mantém essa posição.

“É extremamente importante sediar jogos seguros para os atletas e espectadores”, disse o porta-voz do governo em uma coletiva de imprensa.

As fontes disseram que o comitê organizador e o COI já estão realizando discussões sobre revisões de seus planos operacionais para reduzir custos e adotar medidas contra o vírus.

“Esperamos trabalhar juntos com o governo e o comitê organizador para investigar o que pode ser simplificado”, disse a governadora de Tóquio Yuriko Koike. “Será necessário para ganhar empatia e compreensão do público”.

As Olimpíadas estão programadas para o período de 23 de julho a 8 de agosto de 2021, com as Paralimpíadas seguindo entre 24 de agosto e 5 de setembro.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância