Tecnologia Plasmacluster da Sharp é eficaz para reduzir coronavírus

Foi o que apontou o resultado de um experimento realizado por uma universidade, com redução de 90%.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Close up de um dos aparelhos de purificação do ar do ambiente (HP)

Em experimento conjunto entre a empresa Sharp, Universidades de Nagasaki e Shimane, chegou-se ao resultado de que a tecnologia dos íons desenvolvida pela fabricante, chamada de Plasmacluster, reduz o novo coronavírus.

Publicidade

A informação foi divulgada pela fabricante, a qual explicou sobre como foi realizado o experimento. Ao introduzir os íons do Plasmacluster em um recipiente com os vírus, por 30 segundos, os infecciosos tiveram uma queda de 90%.

O professor Jiro Yasuda, da Universidade de Nagasaki, que participou do trabalho explicou que como não foram realizados experimentos em ambientes amplos não se pode afirmar que o resultado seja o mesmo. “Até o momento se usa máscara para prevenção aos respingos das gotículas de saliva. Agora surge esta possibilidade”, disse.

Em relação aos aparelhos vendidos pela fabricante disse “acho que se pode esperar por algum efeito”. 

O Plasmacluster é marca registrada da Sharp, cuja tecnologia é usada em aparelhos de ar-condicionado, secadores de cabelo, purificadores de ar do ambiente, entre outros. Além da purificação com remoção de alérgenos como pólens e ácaros, mais vírus; desodoriza, promove bons efeitos na pele e controla a eletricidade estática.

Logo Plasmacluster estampa todos os aparelhos da Sharp com essa tecnologia (HP)

Fontes: ANN, Asahi e Sharp

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Chuva forte como efeito do 10.º tufão em Shizuoka, Aichi, Gifu e Mie

Publicado em 8 de setembro de 2020, em Sociedade

A chuva na região Tokai deve continuar na terça-feira mesmo que o tufão tenha se transformado em ciclone extratropical.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Em Inazawa ocorreu inundação na segunda-feira (CBC TV)

Foi registrado recorde de índice pluviométrico de setembro na cidade de Hamamatsu (Shizuoka). Na área de Mikabi, a partir das 13h30 de segunda-feira (7), o índice foi de 61 milímetros em uma hora. 

Publicidade

De acordo com o observatório meteorológico, a quantidade total de chuvas desde domingo foi de 277mm em Ikawa e 163mm em Shiraito, cidade de Fujinomiya. Até 18h de terça-feira (8) há previsão de chegar a 150mm nos locais onde a chuva for intensa.

Em Inazawa (Aichi) um residente disse “parecia que a água era jogada de um balde”, se referindo à chuva torrencial que inundou casas e cobriu o asfalto. 

Esse foi o efeito causado pela aproximação do 10.º tufão do ano em Kyushu. Embora já tenha se transformado em ciclone extratropical, a chuva deve continuar na terça-feira, em ampla área de Tokai, nas províncias de Aichi, Gifu, Mie e Shizuoka.

A precipitação esperada para 24 horas até 18h de terça-feira é de 70mm em Aichi, 120 mm em Gifu e 50mm em Mie. 

Portanto, além da inundação, recomenda-se cuidado pelos riscos de deslizamentos por causa da instabilidade do solo.

Chuva em azul, na parte superior mostra o período da manhã, e na inferior o período da tarde (Weather Map)

Fontes: Tokai TV, CBC TV, Weather News e Weather Map

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência