Tóquio: expediente até 22h nos bares e restaurantes

O número de testados positivo voltou a subir na quarta-feira. Nessa data a governadora informou sobre o expediente reduzido com compensação.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Governadora de Tóquio Yuriko Koike (em 24/nov pelo jornal Mainichi)

No mesmo dia em que até 15h o total de testados positivo para o novo coronavírus chegou a 401, na quarta-feira (25), a governadora de Tóquio – Yuriko Koike – informou sobre uma medida preventiva aos 23 distritos da região metropolitana e para as cidades da área de Tama.

Publicidade

A partir de 28 deste mês até 17 de dezembro, solicita aos estabelecimentos comerciais que servem bebida alcoólica, como bares, clubes, karaokês e restaurantes, para encerrar o expediente até 22h. 

Para as casas que atenderem ao seu pedido será paga uma compensação a título de colaboração, no valor de até 20 mil ienes, com máximo de 400 mil ienes no período, como fez na primavera e no verão, ou seja, na primeira e segunda ondas. 

A medida visa reduzir o aumento do quadro da infecção pois o número de pacientes gravemente enfermos está aumentando, tensionando o sistema médico da região metropolitana.

Está implementando antes do Natal e do feriado de final e começo de ano para minimizar o impacto na economia.

A governadora decidiu suspender por 3 semanas a emissão de novos cupons da campanha Go To Eat, a partir de 27 deste mês.

Gráfico mostra os dados diários em amarelo e a curva em azul é o cumulativo (News Digest)

Fontes: Asahi, NHK e Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Placas dos carros japoneses vendidas a altos preços no exterior

Publicado em 25 de novembro de 2020, em Ásia

A reportagem da emissora FNN localizou vendedores de placas dos carros japoneses em outros países.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Painel de placas como elemento de decoração de um colecionador de outro país (FNN)

Um entrevistado japonês relatou que somente as placas de seu carro foram furtadas no começo de novembro, embora fixadas com parafusos antirroubo. Segundo levantamento da reportagem as placas estão dentre as peças mais furtadas no Japão, não só para serem usadas em carros roubados, como para serem vendidas para o exterior.

Publicidade

A equipe foi até Bangkok, capital da Tailândia, para conversar com um revendedor de placas de carros japoneses. Ele não tem loja física e vende  somente pelas redes sociais. “Tenho placas sim, mas o estoque está baixo”, disse. Ao ser questionado como as obteve respondeu “peguei dos carros no desmanche, coloquei na bagagem e trouxe para cá”.

Em Hong Kong a equipe localizou um post de um revendedor de placas de carros japoneses.

Post de um vendedor de Hong Kong, com os valores equivalentes em iene japonês (FNN)

Os preços variam de acordo com o local. Uma de Adachi (足立), de Tóquio, está sendo vendida ao equivalente a 47 mil ienes. Enquanto as de Narita (成田) ou Kashiwa (柏), ambas da província de Chiba, chegam a 50 mil ienes. Pelo post os membros trocam, compram e revendem entre eles. 

No exterior as pessoas as usam nos seus carros ou como elemento de decoração nas suas casas.

Estoque de um revendedor da Tailândia (FNN)

Fonte: FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância