Japão expande medidas de quarentena em aeroportos

Intensificação de medidas de quarentena para pessoas que retornam de países e regiões onde variantes mais contagiosas do coronavírus foram confirmadas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Terminal 1 do Aeroporto Internacional de Narita (banco de imagens PM)

O governo japonês intensificou medidas de quarentena em aeroportos para pessoas que retornam de países e regiões onde variantes mais contagiosas do coronavírus foram confirmadas.

Publicidade

No Aeroporto de Narita, na província de Chiba, oficiais verificaram cuidadosamente documentos, incluindo certificados de teste negativo e histórico de viagem, de passageiros que chegaram nesta quarta-feira (30).

Cidadãos japoneses e estrangeiros com status de residentes no Japão já foram solicitados a fornecer tais certificados se eles estiverem retornando do Reino Unido ou África do Sul, onde variantes do vírus estão se espalhando.

Com início nesta quarta-feira, 8 países foram adicionados à lista: França, Irlanda, Israel, Itália, Austrália, Dinamarca, Bélgica e Holanda.

Os que retornam devem fornecer prova de que testaram negativo dentro de 72 horas antes de partir dos países. Se não conseguirem entregar os certificados, eles terão que se submeter a uma quarentena de 14 dias em acomodações designadas.

O governo deve adicionar mais 6 países – Canadá, Suécia, Espanha, Noruega, Liechtenstein e Suíça – à lista, visto que as variantes foram encontradas nesses lugares também.

Antes, o governo havia suspendido novas entradas de estrangeiros não residentes até 31 de janeiro.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

‘Grande possibilidade de colapso médico em Tóquio’, dizem especialistas

Publicado em 30 de dezembro de 2020, em Sociedade

Durante a reunião de monitoramento de Tóquio, foi enfatizada a necessidade urgente de impedir o aumento de novos casos, senão haverá um colapso médico em Tóquio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem: Asahi Shimbum

A reunião de monitoramento de Tóquio foi realizada na tarde de quarta-feira (30) para discutir a atual situação da pandemia. As autoridades mantiveram o nível de alerta máximo, e identificam que a “pandemia está se alastrando”.

Publicidade

O diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, Norio Omagari, enfatizou que há 3 semanas os números estão sendo cada vez maiores e a situação é crítica. “Os hospitais estão cada vez mais sobrecarregados. Temos que parar o aumento de novos infectados”, disse.

“A taxa de internação de pacientes é de 25%. Se isso não mudar, em menos de 2 semanas teremos mais pacientes do que os 4.000 leitos disponíveis atualmente”, alerta. Análises de especialistas mostram que semanalmente o número de novos casos está aumentando em 23%, e, em poucos dias, Tóquio poderá registrar mais de 1.000 casos diariamente.

Segundo o centro, a possibilidade de um colapso médico nas próximas semanas é extremamente alta. Os especialistas pedem às autoridades a tomarem medidas imediatas.

Após a reunião, a governadora Koike mostrou forte preocupação. “Se não pararmos (o aumento de casos) neste feriado, será necessário anunciar o estado de calamidade. Este feriado de ano novo será o divisor de águas. Peço que todos priorizem a vida em primeiro lugar”, disse.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância