Mais de 4,5 mil novos infectados no fim de semana

No domingo o número de testados positivo teve uma pequena queda em relação ao sábado, com 2.508 pessoas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem do CDC via Health Mil.

No sábado (5) o Japão teve 2.508 pessoas com resultado positivo para o novo coronavírus e no domingo foram 2.025 em 41 províncias, incluindo 17 nos aeroportos. 

Publicidade

Hokkaido teve 187 novos casos, 310 em Osaka, 60 em Hiroshima, 41 em Fukuoka e 39 em Okinawa. 

Tóquio teve 327, foram 162 em Saitama, 134 em Kanagawa, 78 em Chiba, 24 em Ibaraki e 17 em Gunma e em Tochigi.

Na região Tokai foram 40 em Shizuoka, 18 em Gifu, 10 em Mie e 170 em Aichi. 

Número de novos casos no domingo, por província (NHK)

Hokkaido teve o maior número de mortes até agora, de 15 pessoas. Nas demais províncias foram 16, sendo 3 em Saitama e Aichi, 2 em Okinawa, Kanagawa e Shizuoka e 1 em Hyogo, Chiba, Osaka e Hiroshima. O cumulativo aumentou para 2.358 óbitos. 

São 23.924 pacientes em tratamento, sendo que 6.271 estão recebendo cuidados em casa. Houve um aumento de 5 vezes mais pacientes se cuidando em casa em 1 mês. São 519 em estado grave, os quais necessitam ventilação mecânica ou UTI.

O total de pessoas recuperadas até domingo é de 136.556.

Na quinta-feira (3) foram realizados 34.477 testes PCR.

Fontes: NHK, Tokyo Shimbun e News Digest

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Grupo japonês vai estudar perda de olfato como sintoma de Covid-19

Publicado em 7 de dezembro de 2020, em Sociedade

O grupo terá como alvo mais de mil pacientes sendo tratados em instituições médicas no Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mulher de máscara e luva sentindo o aroma de fruta em supermercado (ilustrativa/banco de imagens PM)

Um grupo de pesquisa comissionado pelo Ministério da Saúde do Japão conduzirá uma pesquisa de larga escala sobre perda de olfato como um sintoma de Covid-19.

Publicidade

A perda de olfato foi relatada como um dos vários sintomas do coronavírus, mas pesquisa detalhada sobre isso ainda precisa ser conduzida no Japão.

Liderado por Takaki Miwa, professor da Universidade Médica de Kanazawa, o grupo terá como alvo mais de mil pacientes sendo tratados em instituições médicas no Japão. A pesquisa, que terá início no fim deste mês, vai monitorar as funções olfativas dos pacientes usando kits de teste.

O grupo também observará estresse e outras condições médicas quando as pessoas sofrem do sintoma por um longo tempo.

Há relatos de que a perda de olfato relacionada à Covid-19 é provavelmente causada por uma inflamação da membrana mucosa do nariz, uma condição também encontrada em casos de gripe comum.

Pesquisa também sugere que a inflamação de células relacionadas ao sentido de olfato, assim como parte do cérebro a qual acredita-se que perceba o cheiro, pode ser a causa do sintoma.

O grupo espera analisar os resultados da pesquisa até o fim de março e usar as descobertas para ajudar a determinar as causas e desenvolver tratamentos.

Miwa acredita que a pesquisa revelará conhecimento detalhado sobre quantos pacientes sofrem do sintoma como um efeito colateral, e por quanto tempo ele pode persistir.

Ele acrescentou que tem a esperança de que a pesquisa leve ao tratamento e livre pacientes de ansiedade.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância