Monte Takao estará fechado para assistir ao nascer do sol de Ano Novo

Estará fechado devido a precauções contra a propagação das infecções por coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Vista aérea do Monte Takao (NHK)

Um dos locais mais populares de Tóquio para ver o primeiro nascer do sol do ano estará fechado devido a precauções contra a propagação das infecções por coronavírus.

Publicidade

O Monte Takao, no oeste da capital, normalmente atrai grandes multidões que esperam ver o primeiro nascer do sol do ano lá do topo.

Oficiais do governo metropolitano dizem que cerca de 2 mil pessoas debandaram para o monte de 600 metros de altura em anos anteriores, tornando restrições de entrada inevitáveis.

Neste ano, eles fecharão a plataforma de observação Omiharashi-Enchi no topo entre 17h de 31 de dezembro e 7h de 1º de janeiro.

Oficiais julgaram que riscos de infecção aumentariam se grupos de pessoas beberem ou passarem a noite na área do cume.

Eles dizem que essa é a primeira vez que ocorre o fechamento noturno do pico para o fim de ano, porém os visitantes ainda terão permissão para caminhar até o templo Yakuo.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Toyota lança 2ª geração do Mirai, carro movido a hidrogênio

Publicado em 10 de dezembro de 2020, em Sociedade

Eficiência de combustível melhorada e alcance mais longo quando comparado com o modelo original.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Segunda geração do Mirai da Toyota (ANN)

A Toyota Motor lançou na quarta-feira (9) sua segunda geração do carro movido a hidrogênio Mirai, promovendo sua eficiência de combustível melhorada e alcance mais longo quando comparado com o modelo original que foi o primeiro do tipo produzido em massa no mundo.

Publicidade

O Mirai de cinco lugares tem três tanques para armazenar hidrogênio que é usado para gerar potência ao seu motor elétrico, dando a ele um alcance de até 850Km, cerca de 30% mais do que o sedan de primeira geração de quatro lugares que podia viajar 650Km com seus dois tanques.

A Toyota lançou o Mirai em 2014.

A montadora japonesa está fortalecendo sua promoção de veículos movidos a hidrogênio com a chegada do novo Mirai, aumentando sua capacidade de produção para cerca de 30 mil ao ano.

O preço base sugerido do veículo situa-se a ¥ 7,1 milhões (US$68.000), mas a montadora disse que cerca de ¥1,4 milhão em subsídios e isenções fiscais estarão disponíveis para os compradores do Mirai. O modelo original tinha o preço de ¥7,4 milhões.

Carros movidos a hidrogênio (FCVs) são alimentados por eletricidade gerada através de uma reação química entre hidrogênio e oxigênio e não emitem dióxido de carbono.

Eles são promovidos como alternativa verde a tradicionais carros movidos a gasolina, mas ainda enfrentam dificuldades para alcançar disseminação, dado o alcance limitado de escolhas de veículos e da rede relativamente pequena de estações de reabastecimento.

De acordo com a Toyota, o reabastecimento de hidrogênio comprimido leva em torno de 3 minutos. Um carro ecologicamente correto, o Mirai, tem um sistema de purificação que filtra o ar que ele usa para gerar eletricidade.

O sedan também é designado a fornecer eletricidade em ocasiões como desastres naturais, disse a companhia.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância