Aichi e Gifu: estabelecimentos continuam com expediente reduzido

Os governadores das províncias da região Tokai adotaram novas medidas para controlar a disseminação da infecção pelo novo coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem do CDC via Health Mil.

Enquanto o governador de Mie declarou, na quinta-feira (7), que irá observar o comportamento das vizinhas – Aichi e Gifu – para adotar ou não novas medidas de controle ao aumento da infecção, seus colegas tomaram posições com pedidos ao povo. 

Publicidade

Aichi: abstenção de sair sem necessidade

Novos casos diários, entre 1.º/nov a 7/jan (News Digest)

Hideaki Omura, o governador de Aichi, informou que o período de redução do horário comercial dos estabelecimentos que servem bebida alcoólica, determinado até 21h, será estendido. A data inicial de até 11 deste mês foi estendida até 7 de fevereiro, mesma data que finda o período de estado de emergência de Tóquio e 3 províncias de Kanto.

Essa decisão vale para todas as cidades da província, portanto, mais 27 dias de expediente reduzido. Como verba de cooperação serão pagos 40 mil ienes por dia nesse período. 

Como o aumento de novos casos de infecção pelo coronavírus nos últimos dias, de 364 e 431, na quarta e quinta-feira, Omura também clamou à população que se abstenha de sair à noite sem necessidade ou urgência. Além disso, pediu para evitar viajar para Tóquio, Chiba, Saitama e Kanagawa. 

Informou que pede cooperação às empresas para aumentar ainda mais o home office, na medida do possível. 

Gifu

Novos casos diários entre 26/nov a 7/jan (News Digest)

Em todas as cidades de Gifu há um pedido de cooperação aos estabelecimentos que servem bebida alcoólica para encerrar o expediente às 21h, como em Aichi, até 11 deste mês.

Tal qual na província vizinha, o governador Hajime Furuta informou que esse período foi prorrogado até 7 do próximo mês, com 40 mil ienes diários de compensação para os donos de bares, restaurantes, karaokês e clubes.

Nos últimos 3 dias Gifu vem registrando altos números de novos casos, sendo 98, 102 e 91, de terça a quinta-feira. 

Fontes: Nagoya TV, Tokai TV, News Digest e Gifu Shimbun

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Estado de emergência em Kanto afeta economia de Tokai

Publicado em 8 de janeiro de 2021, em Economia

Foi o que declararam os presidentes de 4 organizações econômicas da grande região Chubu.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Presidentes de 4 organizações econômicas de Chubu em coletiva de imprensa (CBC TV)

Em relação à declaração do estado de emergência, emitida na quinta (7), com início na sexta-feira (8), os presidentes das quatro organizações econômicas da região Chubu, deram uma coletiva de imprensa em Nagoia (Aichi).  

Publicidade

Embora tenham demonstrado compreensão para essa medida, diante da situação da disseminação da infecção pelo novo coronavírus, não puderam evitar comentários sobre o impacto na economia. 

“Chegamos a um estado inevitável”, disse Ado Yamamoto, presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Nagoia. Apelou ao governo do país e aos locais para suporte, principalmente nas indústrias de alimentos e bebidas. 

Yamamoto apontou que o choque da palavra estado de emergência é grande. “Estamos certos do grande impacto na economia, não só de Kanto, mas também da região Chubu”, disse.  

Akihisa Mizuno, presidente da Federação Econômica de Chubu, enfatizou que é necessário implementar minuciosamente o trabalho escalonado e o home office. “Vamos buscar ainda um equilíbrio entre a prevenção da infecção com as atividades econômicas”, disse.  Também reforçou a importância do apoio do governo para as indústrias de alimentos, bebidas e turismo. 

A queda de consumo nas lojas de conveniência de Kanto nesse período é uma das preocupações também, apontou Atsuo Morita, o secretário representante da Chubu Keizai Doyukai. Também enfatizou a questão dos trabalhadores de meio período e os não regulares, como os estudantes, que poderão ser afetados. 

Nobuaki Kato, presidente da Associação dos Gestores de Chubu, disse que “gostaria que fossem tomadas medidas para estabilizar o emprego, para não ocorrer cortes dos não regulares e promover a contratação de novos graduados”.

A região Chubu é composta de 9 províncias: Aichi, Gifu, Shizuoka, Nagano, Fukui, Ishikawa, Toyama, Niigata e Yamanashi. E a região Tokai, de 4, sendo Aichi, Gifu, Mie e Shizuoka.

Mapa da região Chubu (Mapio)

Fontes: CBC TV e Chunichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência