Esterilizador doméstico de máscara e smartphone elimina 99,99% dos vírus

O dispositivo foi desenvolvido para uso doméstico e em apenas 5 minutos erradica 99,99% dos vírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Esterilizador de uso doméstico para máscara e smartphone (divulgação)

A aparência do novo esterilizador no mercado é de um estojo. Foi desenvolvido pela Taiyo Kogyo, especializada em equipamentos médicos, através de sua marca chamada Unipromex, totalmente Made in Japan.

Publicidade

Batizado de Shigai-kun (紫外君), o esterilizador de máscara – de uso doméstico – é equipado com vários LEDs UV-C de alta potência, tendo como base o conceito de produtos seguros fabricados no Japão. Ele esteriliza em curto espaço de tempo, com alto poder. Enquanto os esterilizadores domésticos de outras empresas levam 10 minutos, o Shigai-ku o faz com metade do tempo, de 5 minutos. 

E o ponto forte é que erradica 99,99% dos vírus, cujos resultados foram apurados em testes.

A fabricante disponibiliza dois tipos, um que esteriliza uma face de cada vez e outro de esterilização dupla, ou seja, erradica os vírus das duas faces. Os dois modelos são equipados com ventilador de secagem para reduzir o desconforto da máscara úmida. 

O Shigai-kun esteriliza máscaras planas, pois as de formato tridimensional ficam com alguns locais sem exposição à luz ultravioleta.

Depois de colocar uma única máscara no estojo e fechá-lo, deve pressionar o botão para ligar o dispositivo. Ele para automaticamente após 5 minutos. 

É útil para a esterilização do smartphone também. Como tem bateria (cerca de 3 horas), pode carregá-lo e levar para o trabalho, a fim de esterilizar a máscara durante o intervalo ou na hora do almoço.

Os dois tipos podem ser adquiridos na Amazon. O de irradiação única custa ¥9.900, já com imposto e frete. O de irradiação dupla custa ¥13.200, igualmente com imposto e frete.

Imagem ilustrativa de quando está esterilizando (divulgação)

Fontes: divulgação e BCN Retail

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Solidariedade na nevasca em Fukui: gyoza para aquecer os motoristas

Publicado em 12 de janeiro de 2021, em Sociedade

Durante a paralisação, o dono de uma das franqueadas de comida chinesa aqueceu os motoristas, além de disponibilizar os toaletes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Caminhões parados na rodovia 8, por volta das 15h55, de segunda-feira, em Fukui (Mainichi)

Durante a nevasca na região Hokuriku a ação solidária do dono de uma das franquias da rede Gyoza no Osho, a loja de Maruoka, na cidade de Sakai (Fukui), aqueceu o coração e o corpo dos motoristas presos no congestionamento do tráfego.   

Publicidade

Keiichi Iwatani, 39 anos, do estabelecimento situado na rodovia 8, paralela à via expressa Hokuriku, tomou a iniciativa. No sábado (9), quando viu a paralisação, convidou 7 funcionários para ajudá-lo a preparar os pratos quentes. A equipe serviu para 300 motoristas, na noite de domingo (10). Eles preparavam e iam a pé até os veículos parados para levar gyoza e chahan. 

Iwatani disse que ouviu muitas palavras de gratidão, mas também de motoristas querendo ajudar a distribuir. 

Na noite de sábado os funcionários puderam voltar para casa, mas por volta das 3h de domingo (10) voltou a ter congestionamento. Então, Iwatani abriu novamente o restaurante para permitir o uso do toalete aos motoristas e também para preparar e servir sopa. 

No final da tarde de segunda-feira (11) acabou-se o estoque de ingredientes na loja, por isso, encerrou sua ação solidária de 3 dias. E no feriado não abriu o restaurante até que o reabastecimento dos ingredientes voltasse ao normal.

Esta foi a segunda vez que Iwatani o fez. Em fevereiro de 2018 ocorreu uma paralisação gigantesca, quando teve a ideia e agiu para preparar e distribuir comida quente.

Paralisação na rodovia 8, por volta do meio-dia de segunda-feira, vista do helicóptero do jornal Mainichi

Fonte: Mainichi 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância