Fim de semana com mais de 2 mil novos casos por dia

Desde 31 de janeiro não se confirmava um número tão elevado de testados positivo no domingo, com mais de 2,7 mil.

Imagem do CDC via Health Mil.

O final de semana foi marcado pelo elevado número de novos casos de infecção pelo novo coronavírus. Na sexta-feira (2) foram 2.758 testados positivo, 2.773 no sábado e 2.471 no domingo (4). A soma cumulativa de pessoas infectadas no Japão aumentou para 485.594.

Publicidade

Miyagi confirmou 80 novos casos, 211 em Hyogo e 593 em Osaka, novamente superior a Tóquio, com 355. Foram 124 em Chiba, 142 em Kanagawa, 135 em Saitama, 45 em Ibaraki, 30 em Gunma e 24 em Tochigi.

Okinawa, excluída da implementação da medida, teve 96 confirmações no domingo. Foram 13 em Shiga, 22 em Shizuoka, 18 em Mie, 12 em Gifu e 116 em Aichi.

Total de pessoas testadas positivo nas 41 províncias, no domingo (NHK)

O número de óbitos foi de 12 no domingo, elevando a soma cumulativa para 9.235 perdas.

Mais 23 pacientes necessitam da UTI, aumentando para 431 em estado grave, dentre os 24.536 em tratamento.

O total de pessoas recuperadas aumentou para 451.823. 

Na quinta-feira (1.º) foram realizados 33.512 testes PCR.

3 províncias sob medidas prioritárias

Começa na segunda-feira (5) a aplicação das Medidas Prioritárias para Prevenção da Propagação em 6 cidades de 3 províncias. São Miyagi, Hyogo e Osaka, durante 31 dias, portanto, até 5 de maio. Tóquio e Okinawa foram excluídas mas poderão ser acrescentadas no futuro.

Nessas cidades há solicitação aos estabelecimentos que servem bebida alcoólica para encerrar o expediente às 20h. Ao local com descumprimento será aplicada multa de até 200 mil ienes.

Na sexta-feira foram aplicadas 20.026 primeiras doses da vacina e 26.560 da segunda dose. O total de vacinas aplicadas nas pessoas da área médica aumentou para 1.096.698 doses.

Fontes: Mainichi, NHK e News Digest

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Preocupante variante ‘Eek’ é encontrada na maioria dos casos de Covid-19 em hospital de Tóquio

Publicado em 5 de abril de 2021, em Sociedade

A mutação apelidada de ‘Eek’ por alguns cientistas, foi encontrada em 10 de 14 pessoas que testaram positivo para o vírus.

llustrativa (banco de imagens)

Cerca de 70% dos pacientes de coronavírus testados em um hospital de Tóquio no mês passado carregavam uma mutação conhecida por reduzir a proteção de vacina, divulgou a NHK no domingo (4).

Publicidade

A mutação E484K, apelidada de “Eek” por alguns cientistas, foi encontrada em 10 de 14 pessoas que testaram positivo para o vírus no Tokyo Medical and Dental University Medical Hospital em março, segundo a reportagem.

Para os dois meses até março, 12 de 36 pacientes de Covid-19 tinham a mutação, com nenhum deles tendo viajado recentemente ao exterior ou reportado contato com pessoas que tiveram, disse.

Com a proximidade das Olimpíadas, que devem começar em julho, o Japão está enfrentando dificuldades com uma nova onda de infecções. Especialistas na área da saúde estão particularmente preocupados com a propagação de cepas mutantes.

Segundo a NHK, nenhum dos pacientes no hospital em Tóquio tinha a variante britânica.

Fonte: USA News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!