Okinawa incluída no estado de emergência: o que muda

O pedido de Gifu foi adiado e, com a inclusão de Okinawa, são 10 províncias.

Praia em Onna, sem banhistas, pelo pedido para evitar sair sem necessidade (PM)

O Primeiro-Ministro do Japão, Yoshihide Suga, anunciou oficialmente a inclusão da província de Okinawa no estado de emergência, após a reunião na Sede de Contramedidas do novo coronavírus, na noite de sexta-feira (21).   

Publicidade

Assim, as províncias alvo passam a ser 10: Tóquio, Osaka, Hyogo, Quioto, Aichi, Fukuoka, Hokkaido, Okayama e Hiroshima. Em Okinawa, o período será entre domingo (23) até 20 de junho

A província de Ehime terá o cancelamento no sábado (22), já que conseguiu fazer o controle da disseminação da infecção.

Até o final do mês o governo irá decidir se a data de 31 deste mês finda o estado de emergência para as demais 9 províncias, como está programada, ou se deverá ser estendida.

Yoshihide Suga, durante pronunciamento na noite de sexta-feira (NHK)

“Embora o número de novas pessoas infectadas em todo o país tenha parado de aumentar, há grandes diferenças na situação da propagação dependendo da região, por isso é necessário continuar a tomar medidas com elevado senso de tensão”, disse Suga.

Como fica Okinawa

“Se não colocarmos um freio agora não haverá férias de verão. Hoje foram 207 novos casos, o maior de todos os tempos. Todos temos que nos esforçar”, disse o governador Denny Tamaki, na noite de sexta-feira.

Governador de Okinawa, na noite de sexta-feira (Ryukyu Shimpo)

Em Okinawa o número de jovens testados positivo vem aumentando, a infecção pelas variantes vem substituindo o vírus original e o sistema médico chegou em um nível crítico.

O governador disse que a disseminação vem acontecendo, com aumento de novos casos, tendo uma das causas o perdigoto (gotículas contaminadas de saliva), por isso, reiterou o contato próximo, o uso de máscara e o gargarejo.

Pediu para os estabelecimentos que têm bebidas alcoólicas como bares, clubes e karaokês, que fechem temporariamente nesse período.

Os restaurantes e bares que não servem bebidas alcoólicas, continuam com expediente reduzido, fechando às 20h. 

Os eventos com mais de mil pessoas serão cancelados e instalações da província estarão fechadas nesse período.

À população residente e aos que estão na província, o pedido é de evitar sair. Também evitar viajar para fora da província, seja a trabalho ou a lazer. Solicitou às pessoas de outras províncias que se se abstenham de viajar para Okinawa, incluindo a visita aos familiares.

Medidas Prioritárias

O governador da província de Gifu tinha solicitado a inclusão, mas foi adiada, continuando sob as Medidas Prioritárias para Prevenção da Propagação, como Gunma, Saitama, Chiba, Kanagawa, Ishikawa, Kumamoto e Mie.

Inoculação 

“A vacinação, que é a chave para o controle da infecção e está programada para ser concluída até o final de julho na maioria dos municípios em todo o país, com a cooperação dos governos locais e pessoal médico. Vamos tomar todas as medidas possíveis para inocular a população, incluindo os jovens, o mais rápido possível”, afirmou o primeiro-ministro.

Fontes: NHK, Okinawa Times e Ryukyu Shimpo

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Homem tem perna errada amputada em clínica austríaca

Publicado em 21 de maio de 2021, em Notícias do Mundo

A Freistadt Clinic pediu desculpas pelo ‘erro trágico’ o qual a mídia local disse não ter sido percebido inicialmente pelo paciente por causa de sua doença.

Ilustrativa (banco de imagens)

Uma clínica médica na Áustria amputou a perna errada de um paciente, disse ela na quinta-feira (20), culpando falha humana pelo que ela chamou de “erro trágico”.

Publicidade

O paciente idoso estava sofrendo de várias doenças, disse a Clínica Freistadt, em uma cidade de mesmo nome perto da fronteira tcheca, em uma declaração. Doenças anteriores afetaram suas pernas, ao ponto que a esquerda precisava ser amputada.

“Estamos extremamente chocados que em 18 de maio, na terça-feira, apesar dos padrões de garantia de qualidade, a perna errada de um homem de 82 anos tenha sido amputada”, disse a clínica, acrescentando que o erro foi notado pela primeira vez durante uma troca de curativos na manhã de quinta-feira.

“Temos que descobrir como essa falha, esse erro aconteceu. Gostaria de pedir desculpas publicamente aqui”, disse o diretor da clínica, Norbert Fritsch, em uma coletiva de imprensa.

O jornal austríaco Heute divulgou que o paciente não percebeu inicialmente o erro, por causa de sua doença. Ele também disse que foi pedido ao idoso que confirmasse com antecedência, mas sua articulação era limitada, divulgou o Heute citando Fritsch.

O erro parece ter sido cometido um pouco antes da operação, quando a perna que ia ser amputada foi marcada, disse a clínica.

“Infelizmente o erro, em que a perna direita foi removida ao invés da esquerda, ocorreu como resultado de uma sequência de circunstâncias lamentáveis”, disse, acrescentando que estava investigando o que aconteceu e que revisaria seus padrões.

Foi oferecida assistência psicológica para o paciente, o qual deve passar por uma outra operação para remover sua perna esquerda a partir da coxa.

Fonte: The Guardian

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!