Crianças apátridas no Japão: 20% não conseguiram obter a nacionalidade

O governo divulgou o número de crianças apátridas e o motivo para isso.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem de bebê (courtneyleahbliss por Pixabay)

Na terça-feira (20) a ISA-Agência de Serviços de Imigração do Japão anunciou os resultados de uma pesquisa sobre os motivos das crianças, filhas de estrangeiros, serem apátridas.   

Publicidade

Dentre as respostas, o maior número – 76% – foi de “falta de documentos para comprovar a nacionalidade”, como passaporte ou registro de nascimento junto ao consulado ou embaixada do país de origem do pai ou mãe.

No período entre 2015 e 2019 o número de crianças apátridas ficou na faixa de 500 a 600.

Já no período de 2016 a 2020 foram 305 crianças sem reconhecimento por nenhum país. Dentre elas, mais de 20% ou 29, ainda não tinham conseguido obter a nacionalidade, até abril deste ano.

Fontes: Asahi e Chunichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mie: mais de 50% dos testados positivo são estrangeiros

Publicado em 21 de julho de 2021, em Sociedade

O governo de Mie reitera cuidados preventivos para os cidadão da província e toma mais providências em relação aos residentes estrangeiros.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Governador Eikei Suzuki em coletiva de imprensa, na terça-feira (Mie TV)

A província de Mie teve mais de 2 dígitos de novos casos de infecção pelo coronavírus nos últimos dias. Em 14 e 17 chegou a 33 testados positivo, no dia 16 foram 20 e na terça-feira (20) foram 18.

Publicidade

Na última semana observou-se que 50% dos novos casos as pessoas têm idade inferior a 30 anos e a infecção tem ocorrido dentro do ambiente familiar. Em julho a maioria apresentou sintomas leves ou era assintomática.

O governador Eikei Suzuki pediu à população evitar sair caso tenha sintomas leves; se for sair com outras pessoas que não sejam da família, nas férias de verão, que não deixe de usar máscara nos restaurantes ou para os comes e bebes; e também tomar todas as medidas preventivas.

Também pediu para as pessoas que pensam viajar, evitar ir para as províncias sob estado de emergência.

Além disso, como quase 60% das pessoas infectadas na última semana são estrangeiras ou têm ligações com estrangeiros, o governo deve reforçar a divulgação das informações em vários idiomas e também o apoio à vacinação.

Fontes: News Digest e Mie TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência