Takeda importará 50 milhões de doses extras da vacina da Moderna para o Japão

A Takeda gerencia a distribuição e venda do imunizante da Moderna no Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Logo da Moderna e frascos de vacina (ilustrativa/banco de imagens)

A Takeda Pharmaceutical do Japão disse na terça-feira (20) que importará 50 milhões de doses adicionais da vacina da Moderna contra Covid-19 a partir do início de 2022.

Publicidade

As vacinas adicionais, a serem fornecidas baseadas em um acordo trilateral com a Moderna e o Ministério da Saúde, levarão o número total de doses para 100 milhões. A Takeda gerencia a distribuição e venda do imunizante no Japão.

O governo japonês já assinou um acordo para receber 50 milhões de doses da vacina da Moderna até o fim de 2021. O imunizante está sendo usado para inoculações em locais de trabalho, mas o governo disse que os fornecimentos são limitados.

Discussões também estão em curso com a Takeda para garantir 150 milhões de doses da vacina desenvolvida pela Novavax, com início em 2022.

Fonte: News and Culture

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Temperaturas elevadas e aumento socorridos com hipertermia

Publicado em 21 de julho de 2021, em Sociedade

O calor chegou a ser letal em 4 províncias do Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mulheres com sombrinha para amenizar a incidência dos raios solares (FNN)

Na terça-feira (20), a FDMA-Agência de Gestão de Incêndios e Desastres do Ministério de Assuntos Internos e Comunicações divulgou o relatório de atendimento de pessoas com hipertermia, no período de 12 a 18, em todo país.

Publicidade

No total 4.510 pessoas foram socorridas de ambulância, o que mostra um aumento de mais de 2 mil em relação à semana anterior, quando ainda a maioria das províncias estava no período chuvoso.

Dessas socorridas, 4 pessoas, de 4 províncias diferentes, morreram por causa da hipertermia, durante o transporte.

Do total, 102 pacientes necessitam de hospitalização por 3 semanas ou mais por causa do estado grave, sendo que 1.517 moderadamente enfermos necessitam de internação de curto prazo.

Por província, Tóquio teve o maior número de 352, sendo 279 em Hokkaido, 252 em Saitama, 245 em Fukuoka, 233 em Aichi, 185 em Osaka, entre outras.

Calor ‘perigoso’

Na terça-feira foram emitidos alertas de insolação em 23 províncias, o maior número deste ano.  

Na cidade de Koshu (Yamanashi) a máxima chegou a 37,9ºC, em Quioto foi de 37,3ºC, sendo que nas cidades de Fukushima e Kofu os registros foram de 37ºC.

Com esse calor a recomendação é de prevenir-se contra a insolação e hipertermia.

Fontes: FDMA e FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência