Homem é condenado a 5 anos de prisão por espalhar Covid-19

Um tribunal no Vietnã condenou o homem por ‘transmitir doenças infecciosas perigosas’ a 8 pessoas, uma das quais morreu.

O homem é acusado de passar coronavírus para seus familiares e funcionários de um centro de bem-estar (ilustrativa/banco de imagens)

Um vietnamita foi condenado a 5 anos de prisão por ignorar regras relacionadas à Covid-19 e espalhar o vírus.

Publicidade

Um tribunal condenou Le Van Tri por “transmitir doenças infecciosas perigosas” a 8 pessoas, uma das quais eventualmente morreu.

Até recentemente o Vietnã vinha conseguindo controlar a Covid-19 amplamente com restrições rigorosas.

Mas as infecções vêm aumentando desde junho, com um surto alimentado pela variante mais contagiosa, a Delta.

O país registrou mais de 530 mil casos com mais de 12 mil mortes, muitas das quais ocorreram nos últimos meses.

A maioria dos casos foi registrada na cidade de Ho Chi Minh.

No início de julho, Tri, de 28 anos, teria viajado de moto saindo de Ho Chi Minh para a província de Ca Mau, sua terra natal, no sul do país.

Em Ca Mau descobriu-se que Tri mentiu em um formulário de declaração de saúde o qual continha perguntas sobre seu recente histórico de viagem, e ele também não cumpriu regras de isolamento.

Na época, autoridades locais haviam tornado obrigatório que qualquer pessoa viajando de outras províncias para Ca Mau tinham que se isolar imediatamente por 21 dias.

Posteriormente, Tri testou positivo para Covid-19, e descobriu-se que ele havia transmitido o vírus a pessoas de sua família, assim como para funcionários de um centro de bem-estar que ele visitou.

Além da condenação de prisão de 5 anos, ele também foi multado no valor equivalente a US$880.

Fonte: BBC

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Aichi: cluster de infecção de pessoas que assistiram ao festival de hip hop

Publicado em 8 de setembro de 2021, em Sociedade

A província de Aichi confirmou que se trata de um cluster de infecção porque os testados positivo estiveram no festival ao ar livre, sem medidas preventivas.

Vista aérea do começo do festival de hip hop (CBC TV)

A prefeitura de Nagoia (Aichi) distribuiu kits de teste PCR para as pessoas que foram assistir ao festival de hip hop ao ar livre, o Nami Monogatari 2021, realizado em Tokoname, no final do mês passado.

Publicidade

Em poucos dias foram distribuídas centenas do kit de teste. E o resultado começou a aparecer.

A organização do festival de  música não respeitou o limite de 5 mil pessoas no público, tampouco cumpriu com as medidas preventivas e além disso, serviu bebidas alcoólicas, mesmo em meio ao estado de emergência.

Até terça-feira (7) foram confirmadas 14 pessoas com resultado positivo para o novo coronavírus, todas jovens, de ambos os sexos, que foram ao festival. Por isso, a província de Aichi reconheceu que se trata de um cluster.

Entre essas pessoas, um bombeiro de Inazawa (Aichi) testou positivo, o qual admitiu que tomou um copo de bebida alcoólica.

Mas, na província de Gifu também há possibilidade de diversos participantes terem testado positivo. Por isso, está investigando a relação causal entre a participação e a infecção.

Fontes: Tokai TV e CBC TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!