Okinawa: pedidos aos turistas antes da viagem

Com o fim do estado de emergência após pouco mais de 4 meses, as praias e instalações públicas voltam a abrir, mas observe bem o pedido do governador.

Vista do Parque Chinen, em Nanjo (PM)

Na terça-feira (28) o governo cancelou o estado de emergência e as medidas prioritárias aplicadas nas 19 e 8 províncias, respectivamente. 

Publicidade

No entanto, Okinawa, que estava em estado de emergência desde maio, ainda continua com o pior índice do país, de 45 a cada 100 mil habitantes, quando o mínimo para ser considerada fora de perigo é de 25.

Na coletiva de imprensa realizada à noite, o governador Deny Tamaki, fez pedidos à população residente na província. De 1.º a 31 de outubro considera como o “período de prevenção da propagação da infecção”, dizendo que “as restrições de ação precisam ser feitas em etapas sem serem totalmente suspensas”. 

Pedidos aos turistas

Em relação à visita a Okinawa, que vinha solicitando abster-se de fazê-lo durante o período do estado de emergência, Tamaki pede medidas de controle de infecção completas com antecedência.

Ou seja, os turistas devem apresentar comprovante de vacinação ou realizar o teste PCR, gratuito, oferecido nos principais aeroportos do país, pois o governo decidiu estender até 31 de outubro.

Também solicitou que procurem não ir aos estabelecimentos noturnos que não estão atendendo ao pedido de redução do expediente. Em Okinawa ficou decidido que os bares e restaurantes certificados ficarão abertos até 21h e as bebidas alcoólicas serão servidas até 20h. Os que não estão certificados devem fechar às 20h.

Com o cancelamento do estado de emergência após 4 meses e alguns dias em Okinawa, as praias e instalações públicas deverão voltar a ser abertas. 

Em outubro a temperatura máxima na ilha principal é de cerca de 30º e a mínima a noite é de 25ºC, aproximadamente, mas poderá cair. Em novembro as médias são de máxima 25 e mínima de 20ºC. Em Miyako e Ishigaki as temperaturas são um pouco mais elevadas.

Fontes: Ryukyu Shimbun e FNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japão conduzirá ensaio clínico de vacina contra Covid-19 em forma de spray nasal

Publicado em 29 de setembro de 2021, em Sociedade

O método de inoculação da Shionogi ajudará nações emergentes com falta de profissionais na área médica.

Ilustrativa (banco de imagens)

A Shionogi iniciará ensaios clínicos para uma vacina contra Covid-19 em forma de spray nasal no ano fiscal de 2022, anunciou a farmacêutica japonesa na terça-feira (28), abrindo o caminho para um método de inoculação que poderia beneficiar países com falta pessoal na área médica.

Publicidade

A farmacêutica tem um acordo de licença com a Hanavax para desenvolver uma vacina em spray nasal que usa o sistema exclusivo de administração de medicamento do empreendimento.

A tecnologia usa uma substância polissacarídea para passar a vacina através do nariz, induzindo imunidade no sistema respiratório.

Sob um acordo assinado em julho a Shionogi tem direitos exclusivos para desenvolver e comercializar uma vacina baseada em tecnologia. A HanaVax era uma empresa subsidiária da Universidade de Tóquio.

A Shionogi também anunciou que está planejando um ensaio clínico de uma vacina injetável contra coronavírus para uso como imunizante de reforço, a qual poderia ser trazida ao mercado em março.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros