Assédio do poder levou funcionário da Toyota a se matar

O funcionário começou a trabalhar em 2013 e cometeu suicídio em 2019. O escritório de inspeção reconheceu o caso como acidente industrial.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa de Raize do ano 2019 (Wikimedia)

O Escritório de Inspeção de Padrões de Trabalho de Fujisawa (Kanagawa) reconheceu como acidente industrial o assédio do poder que levou um funcionário da Toyota Corolla Yokohama, atualmente Kanagawa Toyota Motor Corporation, à depressão e posterior suicídio.

Segundo a coletiva de imprensa realizada pela família enlutada e pelo advogado, na quarta-feira (20), a certificação do reconhecimento é datada de 22 de junho deste ano.

De acordo com as informações do advogado, a vítima, do sexo masculino, ingressou na empresa após ter se formado na universidade, e por volta de 2013, passou a vender os carros na loja Fujisawa, atualmente loja Tsujido Taiheidai. Também oferecia seguros e atraía os clientes para as feiras realizadas nos feriados.  

Depressão e suicídio

Desde junho de 2018, o chefe o xingava de estúpido (bakayaro em japonês) e era repreendido aos berros na frente dos colegas por mais de uma hora. 

O Escritório de Inspeção de Padrões de Trabalho de Fujisawa reconheceu que o assédio do poder desencadeou a depressão, a partir de fevereiro de 2019, cuja doença o levou ao suicídio.  

“Queríamos saber por que nosso filho morreu. Desejamos que todas as empresas japonesas criem um ambiente de trabalho mais confortável”, declararam os pais.

Por outro lado, a empresa disse que “continuaremos a trabalhar para erradicar o assédio, a fim de não causar um caso tão doloroso novamente”.

Fonte: Yomiuri

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Nigeriano preso por ato obsceno

Publicado em 21 de outubro de 2021, em Crime

Ele teria tocado o corpo de uma mulher, de forma forçada, nas instalações de um prédio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa (PM)

Na quarta-feira (20) a polícia informou sobre a prisão de um trabalhador nigeriano, 39 anos, residente em Matsubara 5 chome, cidade de Soka (Saitama).

É suspeito de ter tocado o corpo de uma mulher na faixa dos 20 anos, forçosamente, nas instalações de um prédio de apartamentos da mesma cidade, por volta das 23h de 14 deste mês. 

Ele foi encontrado por causa das imagens das câmeras de segurança e preso na segunda-feira (18). Na delegacia teria dito “é uma invenção”, negando a suspeita.

Fonte: Saitama Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades