Advogados do brasileiro detido na Imigração querem indenização pela gravata aplicada pelo segurança

Esse golpe feriu o pescoço do brasileiro sob custódia, o que lhe custou duas semanas de tratamento.

Advogados da vítima brasileira em coletiva de imprensa (Huffington Post)

Na quarta-feira (17) os advogados do brasileiro フジナガ・レアル・ジャルデル, 32, detido na prisão da Imigração do Leste do Japão, em Ushiku (Ibaraki), deram uma coletiva de imprensa para informar que consideram entrar com um processo contra o país pelo ferimento causado no seu cliente, dentro das instalações.

Publicidade

Segundo as explicações, em 27 de agosto ocorreu um desentendimento entre o brasileiro e um segurança terceirizado, na faixa dos 70 anos, durante o horário da prática de esportes, quando ele brincava com uma bola de futebol.

Nessa ocasião, o segurança lhe aplicou um golpe chamado de gravata, ferindo o pescoço, cujo tratamento levou 2 semanas.

A vítima brasileira denunciou o caso à polícia. Embora o segurança tenha pedido desculpas a Imigração, como instituição, não o fez. Assim, os advogados querem um pedido formal de desculpas pelo dano causado ao detido brasileiro.

Quero ser tratado como ser humano

Logo depois da ocorrência, a Imigração emitiu um comunicado com o texto: “É lamentável porque prejudica a confiança desta instituição. Exigimos estritamente à empresa de segurança que evite a recorrência”.

Os advogados entraram com uma solicitação ao centro para que expresse suas desculpas a Fujinaga e pague uma indenização de 1 milhão de ienes, mas o responsável informou que não responderia ao pedido.

Segundo os advogados, Fujinaga afirma “quero ser tratado como ser humano” e “que isso não se repita aqui”.

De acordo com os advogados, dependendo da resposta futura da Imigração de Ushiku, poderão ser ajuizadas denúncia criminal e ação de compensação contra o país.

Fontes: Huffington Post e Tokyo Shimbun

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Preso pelo descarte de garrafas PET com urina

Publicado em 18 de novembro de 2021, em Crime

O trabalhador japonês teria jogado diversas garrafas PET contendo urina no pátio de uma fábrica em Nagoia.

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros