Disneylândia de Xangai fecha por único caso de Covid-19

Por causa de um único caso, os visitantes tiveram que esperar horas para serem testados antes de poderem sair do parque na noite de domingo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Castelo da Disneylândia de Xangai, na China (MasaneMiyaPA)

A Disneylândia de Xangai, na China, fechou por pelo menos 2 dias (1º e 2 de novembro) após um visitante que foi ao parque no fim de semana ter testado positivo para Covid-19 depois que retornou para casa.

Todas as pessoas que foram ao parque e funcionários foram submetidos a testes.

Profissionais da saúde com roupas de proteção examinavam os visitantes enquanto fogos de artifício eram disparados em volta do castelo que é o marco do parque.

A China espera atingir infecções zero antes de sediar os Jogos de Inverno, os quais iniciam em fevereiro de 2022.

O país onde o vírus foi descoberto pela primeira vez registrou oficialmente 92 novos casos na segunda-feira (1º).

Os visitantes tiveram que esperar horas para serem testados antes de poderem sair do parque na noite de domingo (31), enquanto o entretenimento da Disney continuava em volta deles.

Todos testaram negativo, disseram autoridades.

A China registrou 4.849 mortes em decorrência da Covid-19 e 109.666 casos da infecção desde 2019, quando o vírus foi detectado pela primeira vez na cidade de Wuhan.

Globalmente, a Covid-19 causou a morte de mais de 5 milhões de pessoas, com cerca de 247 milhões infectadas.

Os Jogos de Inverno serão realizados em Pequim e em cidades na província de Hebei de 4 a 20 de fevereiro de 2022.

Fonte: BBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Falta de peças afeta vendas de carros novos no Japão

Publicado em 2 de novembro de 2021, em Sociedade

Apesar da forte demanda do consumidor, as vendas de carros novos no Japão caíram em outubro para um recorde de baixa.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Um Corolla Sport da Toyota no Palette Town em Tóquio (banco de imagens)

As vendas de carros novos no Japão caíram em outubro para um recorde de baixa, apesar da forte demanda do consumidor.

Montadoras culpam a pandemia, a qual interrompeu redes de fornecimento no Sudeste Asiático.

Grupos da indústria de automóveis dizem que o número de carros vendidos no Japão no mês passado ficou abaixo de 280 mil, queda de mais de 31,3% em comparação ao ano anterior.

Esse é o menor número para um mês de outubro desde 1968 quando as estatísticas começaram a ser disponibilizadas.

Fábricas no Sudeste Asiático são fornecedoras fundamentais para a indústria de automóveis do Japão. Contudo, restrições rigorosas sobre a movimentação de pessoas paralisaram a produção local.

Isso teve um efeito retumbante no Japão, onde montadoras foram forçadas a reduzirem produção por falta de peças.

Alguns clientes estão tendo que esperar em torno de 6 meses para receberem seus carros novos.

Autoridades não sabem por quanto tempo a crise de veículos vai durar.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades