Uniqlo doa ¥1 bilhão em casacos e ¥92 milhões em dinheiro para ACNUR

A rede Uniqlo faz doações de roupas de inverno e dinheiro para os refugiados que vivem em condições dificílimas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Camiseta HeatTech e casaco da Uniqlo (HP)

A Fast Retailing, empresa gestora da rede Uniqlo, informou sobre a doação de 1 milhão de peças de roupa com tecnologia HeatTech exclusiva da marca, incluindo casacos de inverno, cujo valor supera 1 bilhão de ienes, para o ACNUR-Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados.

Esse suprimento de socorro será entregue a refugiados e pessoas deslocadas internamente, como do Afeganistão e do Iraque, por meio do ACNUR.

Também, em resposta ao pedido dessa instituição, foi feita a doação de 800 mil dólares americanos, o equivalente a cerca de 92 milhões de ienes em dinheiro, para o apoio ao inverno dos afegãos.

No Afeganistão e arredores, muitos refugiados enfrentam desastres naturais como secas e crises alimentares, além da ameaça de infecções pelo novo coronavírus antes da chegada do inverno, em grande escala, quando as temperaturas podem cair abaixo de zero.

Esperança de que os refugiados possam superar o rigoroso inverno e reconstruir suas vidas

A doação em dinheiro será usada para fornecer suprimentos de emergência essenciais para proteger os refugiados do frio congelante, como cobertores, lanternas solares e kits de isolamento para tendas, especialmente para mulheres e crianças em ambientes vulneráveis.

“Por meio de nossa parceria de 10 anos com o ACNUR, contribuímos na assistência aos refugiados, pois é uma grande responsabilidade das empresas globais”, declarou Tadashi Yanai, CEO da Fast Retailing

É essencial para a paz mundial e o desenvolvimento sustentável a reconstrução das vidas em um ambiente onde as pessoas foram forçadas a evacuar de terras familiares devido à complicada situação internacional, de forma que possam viver com segurança”, explicou Yanai.

“Esperamos que as roupas e suprimentos de socorro entregues para o ACNUR protejam a vida e a saúde das pessoas que enfrentam os invernos rigorosos e ajudem na reconstrução de suas vidas”, disse com esperança.

Fontes: divulgação e APM Media

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Brasileiros e vietnamita presos por contrabando de estimulante em 24 toneladas de carvão

Publicado em 25 de novembro de 2021, em Sociedade

As caixas de carvão foram despachadas da Turquia. O grupo de 4 brasileiros e um vietnamita eram os receptores e cada um tinha seu papel nessa operação.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Caixas de carvão apreendidas (Pol. Tóquio)

Na quinta-feira (25) o Departamento de Polícia Metropolitana informou sobre a prisão de 4 brasileiros e 1 vietnamita, sob suspeita de violação da Lei de Controle de Entorpecentes.

Um deles teve o nome divulgado, como シルバ・アオキ・ジョニー・ジュニオー, 28, brasileiro, de ocupação desconhecida e residente em Gamagori (Aichi). O outro nome divulgado foi do vietnamita ド・タイ・ツアン, 43, dono de uma empresa de compra e venda de carros usados, de Kita-ku, cidade de Hamamatsu (Shizuoka).

Eles teriam feito contrabando de 24 toneladas de carvão, com estimulante misturado, despachado da Turquia, via marítima. 

Foi a primeira apreensão do Japão de droga misturada ao carvão e nessa quantidade. 

Em 17 de novembro, o vietnamita teria recebido a encomenda na sua empresa. De acordo com a polícia, a droga foi descoberta durante a inspeção da Alfândega de Tóquio, no porto, em 8 de outubro, a qual suspeitou do grande volume destinado a uma única pessoa. A ‘importação’ foi despachada para verificar se o destinatário a receberia. 

Os 5 elementos negam

Dentro da caixa de papelão havia outros pacotes contendo carvão e droga misturada (Pol. Tóquio)

O caso está sendo visto como tentativa de contrabando organizado. O vietnamita seria o receptor e os brasileiros se encarregariam do transporte. A carga veio em 2 contêineres, em 2,4 mil caixas de papelão. A polícia está em fase de exame detalhado do conteúdo para verificar quanto de droga contém no carvão.

Na delegacia, todos os 5 estrangeiros negam sobre a droga. Teriam dito “pensei que fosse só carvão”. 

Quanto à maior quantidade de estimulantes apreendida de uma vez no Japão, cerca de 1 tonelada, equivalente ao preço terminal de cerca de 60 bilhões de ienes naquela época, foi encontrada na costa da cidade de Minami Izu (Shizuoka), em junho de 2019.

Fontes: Tokyo Shimbun e Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades