Empresa japonesa busca aprovação de 1ª vacina contra Covid-19 do mundo à base de plantas

A vacina à base de plantas provou eficácia de 71% contra variantes do coronavírus com exceção da ômicron.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A vacina à base de plantas provou eficácia de 71% contra variantes do coronavírus com exceção da ômicron (ilustrativa/banco de imagens)

A Mitsubishi Tanabe Pharma disse nesta sexta-feira (17) que sua afiliada canadense Medicago Inc. solicitou aprovação no Canadá para o que seria a primeira vacina do mundo contra Covid-19 à base de plantas.

Publicidade

A grande farmacêutica japonesa está planejando buscar aprovação nos EUA e Reino Unido dentro de vários meses e no Japão a partir da próxima primavera.

Na fase final de um ensaio clínico, a vacina candidata contra coronavírus provou eficácia de 71% contra variantes com exceção da ômicron, e apenas 10% dos participantes no teste apresentaram febre baixa após tomarem a segunda dose, de acordo com a companhia sediada na cidade de Osaka.

Um teste da eficácia da vacina em potencial contra a variante ômicron ocorrerá posteriormente, enquanto ensaios começarão no próximo ano para sua administração como dose de reforço e para crianças.

A vacina está sendo desenvolvida em conjunto pela Medicago e a gigante farmacêutica britânica GlaxoSmithKline PLC usando uma tecnologia para fazer com que partículas à base de plantas tenham uma estrutura como a do coronavírus.

Um contrato para fornecer ao governo canadense até 76 milhões de doses da vacina à base de plantas foi concluído.

Fonte: Nippon, Jiji

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Trágico incêndio em Osaka pode ter sido criminoso

Publicado em 17 de dezembro de 2021, em Sociedade

A polícia está à procura de um suspeito, o qual pode estar entre os pacientes encaminhados para os hospitais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Muita fumaça saindo do 4.º até o 8.º andar (telespectador do MBS)

De acordo com o corpo de bombeiros, 28 pessoas ficaram feridas em um incêndio que eclodiu em um prédio em Kita-ku  Sonezaki Shinchi, cidade de Osaka (província homônima), na manhã de sexta-feira (17).

Publicidade

As vítimas são 17 do sexo masculino e 11 mulheres, sendo que 27 foram transportadas para o hospital já com parada cardiorrespiratória. Até as 14h30 a informação é de que 5 delas não resistiram

*Atualização* Até as 18h30 de sexta-feira foram confirmadas 24 mortes.

A polícia de Osaka abriu investigação como suspeita de incêndio criminoso, na clínica chamada 働く人の西梅田こころとからだのクリニック (Hataraku Hito no Nishi Umeda Kokoro to Karada no Clinic), nas especialidades de medicina interna e psiquiatria. Calcula-se que no horário do incêndio, por volta das 10h20, havia cerca de 20 pessoas lá dentro.

Homem com sacola de papel

De acordo com os investigadores, no momento do incêndio, havia um homem de cerca de 60 anos com uma sacola de papel no local. Testemunhas relataram que o incêndio começou por causa do líquido que escorreu dessa sacola.

A polícia está verificando se o homem está entre os feridos e instalou dispositivos de emergência nas proximidades onde teve a ocorrência, perto da estação JR Kitashinchi, onde há muitos prédios comerciais, com restaurantes, bares e clubes.  

Segundo incêndio trágico no Japão

A professora Ai Sekizawa, da Universidade de Ciências de Tóquio, familiarizada com o mecanismo dos incêndios, disse: “Foi um incêndio chocante. Já se passaram 20 anos desde a ocorrência em um prédio que matou 44 pessoas em Kabukicho, Shinjuku. Desde então não houve mais um com tantas vítimas fatais”. 

Mesmo depois de ter socorrido as vítimas, os bombeiros ainda estão no local para perícia (MBS)

A professora disse que não pode analisar esse caso de Osaka pois não tem detalhes do incêndio, mas se o prédio tem apenas uma escadaria de emergência existe a possibilidade de que as pessoas não tiveram como escapar de um local tomado por fogo e fumaça.  

Outros no passado

Esse incêndio a que se referiu a professora, ocorreu em 2001, o qual matou funcionários e clientes de um restaurante no prédio misto, comercial e residencial.

Em 2008, um estabelecimento com salas privadas para assistir vídeos, no primeiro andar de um edifício misto, pegou fogo. Foi em Naniwa-ku, cidade de Osaka, onde morreram 16 pessoas, incluindo clientes.  

Peritos para investigação urgente

A Agência de Gestão de Incêndios e Desastres, com sede em Tóquio, enviou 9 funcionários para investigar a causa, de forma ágil.

Fontes: NHK, ANN e MBS

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância