França introduzirá passe de vacina obrigatório

Prova de vacinação será exigida para entrar em locais públicos, visando forçar as pessoas a se imunizarem em meio à propagação da ômicron.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Para entrar em locais públicos como restaurantes, a apresentação do passe de vacina será obrigatória. Na imagem, restaurante em Estrasburgo, França (ilustrativa/banco de imagens)

O governo francês deve começar a exigir que as pessoas apresentem prova de vacinação contra coronavírus a fim de entrar em locais públicos, visando forçar os cidadãos a se imunizarem em meio à rápida propagação da variante ômicron.

Publicidade

Várias pessoas na França testaram positivo para o vírus na semana passada antes das celebrações de Natal.

O total diário de novos casos no país passou de 100 mil pela primeira vez no sábado (25).

O projeto de lei do governo sobre medidas antivírus foi aprovado em uma reunião do gabinete na segunda-feira (27).

As novas medidas incluem o passe de vacina o qual permite aos portadores entrarem em restaurantes e museus, assim como usarem sistemas de transporte de longa distância.

Em princípio, certificados de teste negativo para o vírus não serão mais aceitos.

A lei entrará em vigor no dia 15 de janeiro de 2022, se for aprovada pelo parlamento.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mie: testes PCR e de antígeno gratuitamente

Publicado em 28 de dezembro de 2021, em Sociedade

O governo de Mie divulgou que inicia o oferecimento dos testes gratuitamente.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa de teste PCR (Pixabay)

Katsuyuki Ichimi, governador da província de Mie, informou na segunda-feira (27), que são 45 instituições médicas e drogarias onde as pessoas que não podem ser vacinadas por algum motivo, a oferecer testes de antígeno e PCR gratuitamente, a partir de terça-feira (28).

Publicidade

No caso do teste de antígeno, o resultado é fornecido em cerca de 15 minutos  a partir da coleta da amostra. Já o resultado do PCR leva de 1 a 2 dias. O governo estima uma presença de 10 pessoas por dia.  

O teste gratuito é voltado para quem não pode tomar vacina ou para crianças com idade inferior a 12 anos. A finalidade é que a pessoa tenha um comprovante de testado negativo, caso seja necessário apresentá-lo.  

No caso de aumento dos casos de infecção pela variante ômicron, o governo considera ampliar o leque do público alvo.

Para saber onde pode obter o kit do teste toque aqui, em japonês.

Fontes: Gov. Mie e Ise Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância