Hitachi construirá trens de alta velocidade de próxima geração no Reino Unido

O empreendimento é entre a Hitachi e a francesa Alstom. Os trens vão operar até 360Km/h, fazendo com que eles se tornem os mais rápidos da Europa.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Junto com a Alstom da França, a Hitachi construirá trens de alta velocidade no Reino Unido (Alstom Press Release)

Um empreendimento conjunto entre a Hitachi do Japão e a Alstom da França ganhou um pedido para fornecer trens de alta velocidade de próxima geração no Reino Unido.

Publicidade

As companhias anunciaram na quinta-feira (9) que o empreendimento desenvolverá e construirá trens com 54 vagões sob o contrato no valor de US$2,6 bilhões, incluindo um serviço inicial de manutenção de trens de 12 anos.

As companhias dizem que os trens devem operar entre Londres e Birmingham em uma nova linha de alta velocidade, assim como na rede existente.

Os trens vão operar a velocidades de até 360Km/h, fazendo com que eles se tornem os mais rápidos da Europa.

Ambas as companhias contam com instalações de fabricação no Reino Unido. O contrato deve criar mais de 2,5 mil empregos na região.

“O anúncio de hoje coloca o Reino Unido firmemente na linha de frente da evolução da ferrovia de alta velocidade”, disse o secretário dos transportes Grant Shapps.

A Hitachi construiu trens de alta velocidade que foram introduzidos no Reino Unido antes das Olimpíadas e Paralimpíadas de Londres em 2012.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Camelos são desclassificados de concurso de beleza na Arábia Saudita por uso de botox

Publicado em 10 de dezembro de 2021, em Notícias do Mundo

Criadores competem por prêmios que totalizam mais de 66 milhões de dólares em dinheiro, então as participações são altas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Organizadores de um popular concurso de beleza de camelos na Arábia Saudita desqualificaram 43 concorrentes após reprimirem injeções de botox e outras formas de “manipulação” pelos criadores.

Publicidade

O Festival de Camelos Rei Abdulaziz, que tem duração de 40 dias, fica a 100Km a noroeste da capital, Riyadh e começou neste mês. Em seu sexto ano, criadores competem por prêmios que totalizam mais de US$66 milhões em dinheiro, de acordo com a Saudi Press Agency (SPA), então as participações são altas.

Criadores inescrupulosos vêm sendo acusados de usar vários métodos para deixar seus camelos com mais probabilidade de ganhar, como injetar silicone e preenchimentos, e inflar partes do corpo dos animais usando faixas de borracha para melhorar suas aparências, divulga a SPA.

Neste ano, organizadores tiveram que lidar com 147 casos de manipulação – o maior número desde o início do festival. Quarenta e três concorrentes foram desqualificados.

A fim de detectar manipulação, os camelos são examinados fisicamente e clinicamente, usando aparelhos como máquinas de raio-X e dispositivos sonares.

Os donos de camelos vencedores recebem prêmios em dinheiro, e o reconhecimento significa que eles podem vender os animais por preços mais altos.

Camelos raros são um grande negócio na Arábia Saudita. Cerca de 1,5 milhão dos animais são protegidos pelos seus donos usando microchips, de acordo com a SPA.

Fonte: CNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância