Japão negocia com a Pfizer para entrega mais rápida de vacinas, diz Kishida

O Japão acelerou seu programa de inoculação, com mais de 77% de sua população vacinada com duas doses.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A vacina da Pfizer foi aprovada no Japão para uso como dose de reforço (banco de imagens)

O Japão está em negociações com a gigante farmacêutica dos EUA, a Pfizer, sobre a possibilidade de adiantar o cronograma para receber suas vacinas contra Covid-19, visto que a nação intensifica seu programa de doses de reforço, disse nesta quinta-feira (9) o primeiro-ministro Fumio Kishida.

Publicidade

O país deve receber 120 milhões de doses para 2022 da Pfizer, a qual disse na quarta-feira (8) que uma terceira dose de sua vacina poderia oferecer proteção suficiente contra a nova variante ômicron do coronavírus.

A vacina da Pfizer foi aprovada no Japão para uso como reforço, com o imunizante da Moderna, uma outra gigante farmacêutica dos EUA, também podendo receber a luz verde.

O Japão estabeleceu um intervalo de 8 meses “em princípio” entre a segunda dose de vacina e um reforço, com as terceiras aplicações sendo administradas a profissionais da saúde a partir do início deste mês e para os idosos começando em janeiro de 2022. Contudo, Kishida disse que o governo planeja reduzir esse intervalo.

O número de casos de coronavírus caiu de forma acentuada no Japão, com 4 infecções pela variante ômicron confirmadas até agora.

Após ficar atrás dos EUA e de algumas nações europeias, o Japão acelerou seu programa de inoculação, com mais de 77% de sua população vacinada com duas doses.

Fonte: Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Nova Zelândia proibirá fumo para a próxima geração

Publicado em 9 de dezembro de 2021, em Notícias do Mundo

A idade legal para fumar aumentará a cada ano e preços subirão a fim de tornar a Nova Zelândia livre de cigarro até 2025.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Maço de cigarros (banco de imagens)

A Nova Zelândia anunciou que proibirá o fumo para a próxima geração, então aqueles que têm idade igual ou superior a 14 anos hoje nunca poderão legalmente comprar cigarro.

Publicidade

A nova lei significa que a idade legal para fumar aumentará todos os anos, para criar uma geração livre de cigarro de neozelandeses, disse a ministra da saúde associada Ayesha Verrall na quinta-feira (9).

“Esse é um dia histórico para a saúde de nossa população”, disse ela.

O governo anunciou o aumento da idade junto com outras medidas para tornar o fumo inacessível a fim de tentar atingir sua meta de tornar o país inteiro livre do cigarro dentro dos próximos 4 anos.

Outras medidas incluem reduzir a quantidade de nicotina em produtos do tabaco a níveis muito mínimos e diminuir o número de lojas onde o cigarro pode ser vendido legalmente. As novas leis não restringirão as vendas de vape.

Preocupações também foram levantadas em relação a um crescente mercado negro para cigarro. O governo reconheceu esse risco em seus documentos iniciais destacando as propostas.

Fonte: The Guardian

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância